Costa e Silva vira ?imortal? hoje

Eleito em julho deste ano, o embaixador, historiador e poeta Alberto da Costa e Silva, 69 anos, passará a ocupar hoje a Cadeira de nº 09 da Academia Brasileira de Letras, que pertenceu ao médico e cientista Carlos Chagas Filho, vaga em fevereiro. A cerimônia de posse será às 21h, na ABL. Costa e Silva será recebido pelo Acadêmico Marcos Vinicios Vilaça.Com 34 votos dos 38 válidos, o embaixador conseguiu a vaga com a maior unanimidade registrada nos últimos pleitos da Academia. Esta foi a segunda vez que Alberto da Costa e Silva tentou ser ?imortal?. Costa e Silva nasceu em São Paulo no dia 12 de maio de 1931. Formado pelo Instituto Rio-Branco em 1957, serviu como diplomata em Lisboa, Caracas, Washington, Madri e Roma, antes de ser embaixador na Nigéria e no Benin, Portugal, Colômbia e no Paraguai. Foi Chefe do Departamento Cultural, Subsecretário-Geral e Inspetor-Geral do Ministério das Relações Exteriores. Entre seus livros estão: O parque e outros poemas (1953); A roupa no estendal, o muro, os pombos (1981); Ao lado de Vera (1997), que recebeu o Prêmio Jabuti, da Câmara do Livro.

Agencia Estado,

17 de novembro de 2000 | 16h48

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.