Corte autoriza Madonna a adotar menino malaviano

Uma corte do Malavi decidiu hoje que Madonna poderá adotar o menino que conheceu em um orfanato do país africano em 2006. Segundo o juiz Andrew Niyirenda, a cantora e seu marido, o cineasta Guy Ritchie, são "pais perfeitos" para David Banda, que fará três anos em novembro. "Agora é oficial: David é o bebê de Madonna", afirmou o advogado malaviano da artista, Alan Chinula. Madonna e Ritchie estão com a criança em Londres.A mãe de David morreu quando ele tinha apenas um mês. O pai, Yohane Banda, afirmou que não poderia cuidar dele sozinho e que colocá-lo em um orfanato era a melhor forma de garantir sua sobrevivência. O pai não se opôs à adoção.O juiz da Alta Corte deu o veredicto em seu gabinete em Lilongüe, capital do país. A adoção de David Banda despertou polêmica devido às críticas feitas ao governo, que teria se desviado das leis que proíbem a adoção de crianças por estrangeiros.Madonna disse na semana passada que tem sido difícil lidar com a polêmica. Mas ela estava feliz por estar envolvida em um caso que pode aumentar o número de adoções no país, onde uma epidemia de aids matou os pais de mais de 1 milhão de crianças.A Comissão de Direitos Humanos do Malavi foi contra o processo de adoção, iniciado em 2006.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.