Adriana Franciosi/Ag.RBS
Adriana Franciosi/Ag.RBS

Corpo de Moacyr Scliar é enterrado em Porto Alegre

Escritor tinha 73 anos e morreu em decorrência de um AVC, na madrugada de domingo

Estadão.com.br,

28 de fevereiro de 2011 | 12h42

O corpo do escritor Moacyr Scliar foi enterrado nesta segunda-feira no Cemitério Israelita de Porto Alegre, Rio Grande do Sul.

 

Moacyr Scliar tinha 73 anos e morreu em decorrência de um AVC. Internado desde o dia 11 de janeiro, o escritor teve falência múltipla dos órgãos na madrugada do domingo, 27.

 

O presidente da Academia Brasileira de Letras (ABL), Marcos Vinicios Vilaça, lamentou a morte do escritor, que ocupava a cadeira 31 desde 2003. Na semana que vem, a instituição realiza a Sessão da Saudade, em que os membros da ABL prestam homenagens e relembram a vida e obra de Scliar. Ao final do evento, será declarada a vaga aberta, inaugurando o processo sucessório.

 

O escritor gaúcho ganhou diversos prêmios Jabuti. Em 2009, Manual da Paixão Solitária foi eleito livro do ano. Scliar também ganhou prêmios por Sonhos Tropicais (1993) e A Mulher que Escreveu a Bíblia (2000) na categoria romance e O Olho Enigmático (1988), na categoria contos.

 

A presidente Dilma Rousseff divulgou nota pela morte do escritor Moacyr Scliar. "Recebi com muito pesar a notícia da morte de Moacyr Scliar, um dos mais respeitados escritores do nosso País", diz a nota, que o descreve como um ícone da literatura gaúcha, brasileira e latino-americana. "É com tristeza que nos despedimos desse mestre da nossa literatura", conclui.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.