Marcos de Paula/ AE
Marcos de Paula/ AE

Corpo de Millôr Fernandes é velado no Rio de Janeiro

Amigos e familiares do escritor, jormalista e cartunista acompanham a solenidade nesta quinta

estadão.com.br,

29 de março de 2012 | 12h57

SÃO PAULO - O corpo de Millôr Fernandes está sendo velado no Cemitério Memorial do Carmo, no Cajú, no Rio de Janeiro. Amigos e familiares acompanham a solenidade desde as 10h desta quinta-feira, 29. O corpo deve ser cremado ainda nesta tarde.

 

Os atores Marília Pêra e Otávio Muller, o cartunista Chico Caruso, o escritor Ruy Castro e o arquiteto Paulo Cazé prestaram suas últimas homenagens ao jescritor morto na última terça-feira, 27, em decorrência de falência múltipla de órgãos, aos 88 anos.

 

Millôr Fernandes foi jornalista, escritor, tradutor, cartunista e tradutor. Atuou em um dos principais veículos da imprensa alternativa, o tabloide O Pasquim, tornando-se importante nome na luta contra a censura imposta pelo Regime Militar. Escreveu e traduziu peças de teatro e foi premiado por seus desenhos. Seu humor ácido e inteligente era sua grande arma de crítica e exercício de sua essência jornalística.

 

 

 

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Millôr Fernandes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.