Cora Coralina é reeditada

A poeta goiana Cora Coralina (1889-1985) tinha mais de 70 anos quando publicou seu primeiro livro e quase 90 quando Carlos Drummond de Andrade a consagrou. No início dos anos 80, a Global Editora deu início à publicação de toda a sua obra, oito livros, entre poesia e ficção. Agora, a casa volta a reeditar a obra e começa com duas preciosidades: O Tesouro da Casa Velha, seleção de contos, e Estórias da Casa Velha da Ponte, em que mistura lirismo, memória e ficção. Dois excelentes livros para apreciar um dos grandes mitos literários brasileiros deste século.

Agencia Estado,

01 de janeiro de 2001 | 14h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.