Coprodução brasileira tem roteiro premiado na Espanha

O roteiro do filme "Infância Clandestina" acaba de levar o Prêmio Casa da América, no Festival Internacional de San Sebastian, na Espanha, um dos mais prestigiados do mundo. O longa-metragem é uma coprodução entre a brasileira Academia de Filmes, as argentinas Histórias Cinematográficas, Habitacion 1520 Producciones e a espanhola Antàrtida, e, segundo seus realizadores, está sendo cotado para participar da mostra competitiva do Festival de Cannes de 2012. O filme está sendo montado nos estúdios da Academia de Filmes, em São Paulo, por Gustavo Zeanni, e tem estreia prevista para o primeiro semestre de 2012.

AE, Agência Estado

26 de setembro de 2011 | 17h02

Inspirado nas vivências do diretor argentino Benjamin Ávila, "Infância Clandestina" gira em torno de Juan, um menino que volta de forma clandestina a seu país durante a ditadura Argentina. O roteiro do filme é de autoria do brasileiro Marcelo Muller, formado pela Escuela Internacional de Cine y Television, de Cuba, que recebeu por "Infância Clandestina" o Prêmio Coral de Melhor Roteiro Inédito no 31.º Festival del Nuevo Cine Latinoamericano de La Habana em 2009.

O elenco conta com os atores brasileiros Mayana Neiva e Douglas Simon, os uruguaios Cesar Trancoso e Natalia Oreiro e os argentinos Ernesto Alterio e Cristina Banegas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.