Cópia da Carta Magna, com 710 anos, é leiloada por US$21,3 mi

Um raro exemplar da Carta Magna foivendido na terça-feira por 21,3 milhões de dólares pela casaSotheby's, de Nova York. É um dos documentos históricos maisimportantes já levados a leilão. A Carta Magna estabeleceu os direitos da população inglesae restringiu os poderes do rei. A cópia documento havia sido comprado por um empresário deWashington que se dizia determinado a mantê-lo nos EUA, ondeestava exposto nos Arquivos Nacionais desde 1988. Esse é um dos 17 exemplares existentes da Carta Magna -- oúltimo nos EUA e o único em mãos de particulares. Ele foivendido pela Fundação Perot, criada pelo bilionárioex-candidato a presidente Ross Perot para fazer doaçõesfilantrópicas. A fundação havia adquirido o documento em 1984da família Brudenell, de Northamptonshire. "É um bom dia para o país", disse a jornalistas DavidRubenstein, advogado e fundador do fundo de investimentos GrupoCarlyle, após fazer a extraordinária aquisição. Ele contou quechegou a poucos minutos do fim do leilão e quase perdeu achance de dar um lance. "Estava disposto a fazer o que pudesse para garantir que osArquivos Nacionais pudessem continuar a exibir isso", disseRubenstein, lembrando que o documento de 1297 foi a base para aDeclaração de Independência dos EUA e para a Constituição dopaís. Ele afirmou que, caso os Arquivos Nacionais aprovem aidéia, a Carta Magna pode ser enviada para exposições em outrospaíses. A Sotheby's qualificou esse como sendo "o documento maisimportante do mundo".

CHRISTO, REUTERS

19 de dezembro de 2007 | 10h54

Tudo o que sabemos sobre:
ARTELEILAOCARTAMAGNA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.