Consagração de uma atriz em forma de comédia

Melissa McCarthy repete o sucesso de Missão Madrinha de Casamento no filme Uma Ladra Sem Limites

LONDRES, O Estado de S.Paulo

11 de maio de 2013 | 02h11

No início da entrevista, no hotel Dorchester, em Londres, uma bandeja com frutas na mesa é o que nos separa da atriz. Eu ofereço a ela uma maçã, que parecia estar decorando a mesa há alguns anos, e ela rebate com graça. "Ninguém vai ter coragem de comer isso! Pelo amor de Deus!", rebate a atriz com voz delicada, pausada e, de alguma maneira, superengraçada.

Melissa McCarthy, americana de 42 anos, é o novo nome da comédia em Hollywood, desde o sucesso repentino de Missão Madrinha de Casamento, em 2011, em que interpretou Megan, uma personagem agressiva, porém hilária. Uma Ladra Sem Limites pode não ter agradado a crítica, mas certamente conquistou o público.

Nele, ela interpreta Diana, fraudadora de identidades que, após abusar constantemente de cartões de crédito de terceiros, é identificada por uma de suas vítimas, Sandy, vivido por Jason Bateman. "Na realidade ela rouba a identidade de alguém para fingir gostar mais de si mesma e achei isso interessante. Ela finge ser confiante, mas não é de verdade", explica. Haveria algo da personagem na atriz? "Claro. Sempre há características que você traz de sua personalidade para os personagens que interpreta. Eu diria que, talvez, aqueles momentos em que você sente não fazer parte de algo. Em alguns momento da minha vida eu me senti excluída, sem saber como agir ou o que fazer", confessa.

Após o sucesso Missão Madrinha de Casamento, a atriz recebeu inúmeras ofertas de trabalho, porém muitas delas sem sentido, ela explica. "É gratificante ter qualquer oferta de trabalho, pois eu passei tantos anos sem ter nenhuma, mas após o sucesso daquele filme, muitas surgiram, mas infelizmente eram sempre para viver personagens loucos e em filmes sem historia. Por que acham que eu faria isso?" Perguntada sobre planos para a carreira, diz que "o que quero é continuar trabalhando e variando personagens, seja no cinema, TV ou no quintal de alguém".

Uma Ladra Sem Limites dá pela primeira vez o papel de um personagem ofensivo, cretino e frequentemente bêbado a uma mulher. No roteiro original, o papel de Diana, seria vivido por um homem, algo modificado por Jason Bateman.

O sucesso de Melissa incomodou e atraiu crítica feroz. A atriz foi chamada de "rinoceronte" e "do tamanho de um trator" pelo critico do New York Observer, Rex Reed, provocando defesa irada da classe, incluindo Roseanne Barr, a comediante americana que, como Melissa, também usou de seu peso para fazer comedia na TV e no cinema.

A atriz gordinha, que é casada em tem dois filhos, pensa em usar o sucesso para abrir sua própria linhas de roupas XXL. "Eu espero lançar minha marca nos próximos anos. No momento não ha ninguém fazendo este tipo de roupa com qualidade e não é difícil de fazer", diz ela, afirmando que se exercita. "Eu jogo tênis e era cheerleader no colégio", sorri.

Melissa fará uma participação na sequência de Se Beber, Não Case, e estará ao lado de Sandra Bullock em Armadas e Perigosas, filme assinado pelo mesmo diretor de Missão Madrinhas de Casamento. / P.C.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.