Conheça coleção da francesa mais mineira de Paris

Morena, alta, sofisticada e bilionária. Bethy Lagardère, a francesa mais mineira de Paris, adora pão de queijo, doce de leite, guaraná e roupas de grife. Uma pequena mostra do poder de seu guarda-roupa pode ser conferido na exposição aberta hoje no Centro Universitário do Senac, em Santo Amaro. Parte das peças foi criada com exclusividade para Bethy, com motivos da bandeira do Brasil, por criadores do cacife de Jean Paul Gaultier e Karl Lagerfeld, e estiveram expostas na Gallerie Lafayette, em Paris. ?Quando vi a mostra lá imediatamente tive vontade de trazer para o Brasil?, conta o estilista José Gayegos, amigo pessoal de Bethy e curador da exposição. Gayegos literalmente se jogou no armário da poderosa e deixou a cidadã (considerada uma das mais elegantes do mundo pela Harper´s Bazaar) ?praticamente nua?. De lá vieram 30 modelitos deslumbrantes, que costuram um retrato do melhor da alta-costura mundial. ?Para muitos pode ser fútil, mas para mim é referência, é história?, disse Bethy Lagardère no coquetel de abertura da exposição, ontem à noite. Ela compra por prazer e, obviamente, não olha preço. ?Procuro a criação?, garante, ostentando uma bolsinha no formato da lata de Coca-Cola, totalmente cravejada de cristais, feita por estilista novata de Nova York, cujo nome não soube dizer. O Brasil está representado no escarpin bordado em seda com a frase "Ordem e Progresso", o xale feito por Ungaro e autografado pelo tenista Gustavo Kuerten logo após sua primeira vitória no torneio de Roland Garros e uma cigarreira coberta de plumas verde-amarelas especialmente criadas por Tom Ford. Estilistas nacionais? Só Lino Villaventura fez parte da seleção da Bethy. ?Fiquei super contente. Eu a conheci em Paris no início deste ano, ela encomendou alguns vestidos e pelo jeito gostou muito da roupa, né?, constata Villaventura. As preciosidades para vestir de Bethy Lagardère poderão ser vistas até o dia 18 de novembro, de segunda à sexta-feira das 9h às 22h, e aos sábados das 9h às 17h. O Centro Universitário Senac (campus Santo Amaro) fica na Avenida Engenheiro Eusébio Stevaux, 823, tel.: 5682-7300.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.