Conheça biblioteca da "Casa dos Artistas"

Ninguém É de Ninguém. Poderiaser o slogan de Temptation Island, o reality show que colocacasais em situações de risco (na verdade, um teste de fidelidadeà João Kleber mais bem produzido) e que está sendo exibido porum dos canais de TV por assinatura. Mas não: é o título do livropreferido da pescoçuda Joana Prado, cada vez mais parecida comHe-Man. Ela, no entanto, preferiu levar para a Casa duasoutras obras: Contágio Criminoso, de Patrícia Cornwell, eHarry Potter e a Câmara Secreta, de J.K. Rowling.Antes quealguém se anime: Ninguém É de Ninguém é um dos best sellersde Zíbia Gasparetto, fenômeno da literatura espírita que tambémfez a cabeça de outra participante do programa do SBT: EllenRocche. A dubladora, além de um shortinho estampado com o número69 e dois coraçõezinhos, levou um exemplar de O Amor Venceu,da mesma autora. Sim, há uma biblioteca básica na segunda versão daCasa. Na primeira, não fosse por Supla (que leu e emprestoupara Taiguara Kill Me, Please, uma história do punk-rock), acirculação de idéias por escrito se limitaria a um exemplar deEstação Carandiru, de Drauzio Varella, concedido pelaprodução depois que um jornalista e crítico notou a ausência delivros naquele meio ambiente. Desta vez, não. Há caldo decultura suficiente para montar, inclusive, uma miniestante. Cadaum dos participantes pôde levar dois livros para a Casa -portanto, se algum se propuser, as subcelebridades poderão,inclusive, montar uma biblioteca circulante. Os livros escolhidos estão relacionados aos perfis dosconcorrentes, disponíveis no site oficial do programa. Quem sabe desta vez, o espectador possa vir a ligar a TV e se sentir numcafé literário. Quem não está ansioso para ouvir comentários deSuzana Alves, a Tiazinha, sobre o maravilhoso mundo das letras? Ainda na seção religiosa da biblioteca, há um clássicode Allan Kardec: O Evangelho Segundo o Espiritismo , de Xis.O segundo livro escolhido pelo rapper é o primeiro volume (DoMenino ao Guerreiro) da biografia de Fidel Castro, escritopela jornalista brasileira Cláudia Furiati. Mas, como para Silvio Santos, o melhor é que ninguémseja de ninguém (e os participantes parecem estar prontos aisso), é impossível não notar a força do tema sexo entre oslivros selecionados. O cubano Pedro Juan Gutierrez, que não sóescreve sobre prostíbulos, como também os freqüenta, estápresente com dois títulos: O Rei de Havana (levado por Lulo)e Trilogia Suja de Havana (seleção da roqueira Syang, aliás,a dona do livro mais erudito da casa: As Cidades Invisíveis,de Italo Calvino). Também pode ser incluído nesse grupo Os Sete PecadosCapitais, volume em que grandes escritores (Lygia FagundesTelles, Carlos Heitor Cony e Otto Lara Resende, entre outros)escrevem contos sugeridos por cada um dos maus-atos. O livro éum dos escolhidos por Ricardo Macchi, que fez uma segundo opçãono campo das ciências duras, ao levar Universo Numa Casca deNoz, de Stephen Hawking. Também tem sexo como tema, ainda quenão único, Bridget Jones - No Limite da Razão, de HelenFielding (Ellen Rocche) e As Mentiras Que os Homens Contam,de Luis Fernando Verissimo (Gustavo Mendonça). Campeão dapreferência, mesmo, é O Senhor dos Anéis, de J.R.R Tolkien,que terá dois exemplares na casa, podendo ajudar a aproximarTiazinha de Mário Velloso (que poderá, ainda, contar boas piadas pois leva consigo Os Cem Melhores Contos de Humor,organizado por Flávio Moreira da Costa). Na linha best seller, Cynthia Benini carregou os doisvolumes de Xogum, de James Clavel, e Mariana Kupfer, OFísico, de Noah Gordon, e O Regresso, de RosamundePilcher. Já o galã André Gonçalves não parece muito interessadona leitura: nenhum título consta de seu perfil. Nada se compara,contudo, em matéria de cabotinismo, ao recado que Tiazinhatentou passar com seu segundo livro: A Fantástica História deSilvio Santos, hagiobiografia do apresentador feita porArlindo Silva. O que dizer, então, dessa Biblioteca Silvio Santos? Senão é uma biblioteca ideal, é inegável que traz algumas boasescolhas - talvez boas demais para o que o grupo pareceprometer. Mas será que eles vão chegar ao fim de algum desseslivros? Essa, sim, seria uma gincana de verdade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.