Confusão com prefeitura prejudica estréia do Motomix

A Secretaria de Coordenação das Subprefeituras de São Paulo fez com que o primeiro dia do festival Motomix 2006 acabasse mais cedo. O evento anual que abrange música, arte e tecnologias digitais - e vai até sábado com grandes shows no Espaço das Américas - teve de fechar as portas do MuBE e do MIS uma hora antes do horário programado, às 22 horas de quinta-feira. Enquanto a atração mais esperada da noite, o coletivo de VJs e DJs do Addictive TV, se apresentava por volta das 20h40, a presidente do MuBE, Marilisa Rodrigues Rathsam, foi à mesa de som e pediu aos artistas que desligassem o som, a pedido de Andreas Matarazzo, subprefeito da Sé e Secretário de Coordenação das Subprefeituras. "Tínhamos preparado um vídeo especialmente para mostrar aqui no Brasil com o Pelé, que não deu tempo de mostrar", lamentou Graham Daniels, um dos Vjs do Addictive TV. A princípio, tanto o público quanto a organização pensaram que o motivo fosse a lei do Psiu. Todos olharam no relógio: não tinha dado ainda nem 21 horas e a lei do psiu determina que não haja barulho após às 22 horas. "Este museu é da imagem e do som e é o que estamos fazendo!", reclamou, com muito bom humor, Daniels. O problema era outro, segundo o secretário. Matarazzo alegou que o MuBE não tem alvará para "esse tipo de evento". "A presidente desse museu sofre de um complexo de classe dominante e acha que pode tudo", disse Matarazzo por telefone ao Estado. "É um descaso com um bem público que foi cedido para ser museu e não uma casa de show", completou. Sérgio Aizenberg, produtor executivo da Divina Comédia, empresa responsável pela produção do Motomix, disse que todos os regulamentos foram cumpridos. "O Motomix é uma exposição de arte multimídia e é para ser acontecer também em museu. A Prefeitura tem que entender que museus servem para abrigar arte com vídeo e som. O conceito de arte mudou." A presidente do MuBE, Marilisa Rodrigues Rathsam, não quis conceder entrevista à imprensa e estava visivelmente abalada. Segundo os organizadores do evento, o Motomix continuará com sua programação normal nesta sexta-feira no MIS e no MuBE, e também com os shows no Espaço das Américas no sábado, que contará com a presença de bandas do momento como Franz Ferdinand, Art Brut e Radio 4. Já a subprefeitura afirma que o local é inapropriado e que o evento não poderá ocorrer. "Vamos ter que deslocar policiais para o MuBE caso continuem desrespeitando a lei", reiterou Matarazzo.

Agencia Estado,

14 de setembro de 2006 | 23h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.