Confira trecho da peça ´Fica Comigo Esta Noite´

Espetáculo com Marisa Orth e Murilo Benício entra em cartaz no Teatro Folha

Agencia Estado

02 de julho de 2007 | 08h53

Confira trecho da peça Fica Comigo Esta Noite, de Flavio de Souza, em cartaz no Teatro Folha, estrelada por Marisa Orth e Murilo Benício. Ele - Aquele homem de chapéu foi embora?Ela - Foi. Bebeu bastante café e licor. Atacou uns três pedaços de bolo, e se mandou. Ele - Quem era Ele? Ela - Sei lá. Não era conhecido seu? Ele - Não, eu achei que era seu parente. Vai ver estava passando na rua, viu o movimento e resolveu entrar... Ela - Mas que coisa! Ele - A sua prima vendeu bastante roupa? Ela - Você já vai começar, é? Ele - Vendeu ou não vendeu? Ela - Mas será que você tem sempre que implicar com a minha prima? Ele - Custa responder? Ela vendeu ou não vendeu bastante roupa? Ela - Eu acho que sim... A sacola dela estava murcha quando eu vi lá na cozinha. Mas ela é pobre, coitada, e o marido bebe, deixa ela pra lá! Ele - (indicando pessoas que estão no quarto) Mas o que tanto elas cochicham? Ela - Aquelas ali? E o que mais elas sabem fazer? A vida inteira, elas só fazem fofocar. Dia e noite, noite e dia. Ele - Manda elas embora. Ela - Não fica bem! Ele - Eu não gosto delas e o velório é meu. Ela - Que é isso, bem, elas até fingiram bem que estão tristes. Forçaram até um choro. Ele - Lágrimas de crocodilo. Ela - (rindo) De jararaca, isso sim. (ele fala e ela repete, enxotando todos do quarto) Ele - Jararaca! Ela - Jararaca! Ele - Foi isso mesmo que você ouviu! Jararaca! Ela - Foi isso mesmo que você ouviu! Jararaca! Ele - É, você mesma! Ela - É, você mesma! Ele - E a sua amiga também! Ela - E a sua amiga também! Ele - Vocês são todas umas jararacas! Ela - Vocês são todas umas jararacas! Ele - Aquilo ali é um ninho de jararacas! Ela - (para outra pessoa) Aquilo ali é um ninho de jararacas! Ele - O que foi? Não gostou, pode ir embora! Ela - O que foi? Não gostou, pode ir embora! Ele - Aliás, vai todo mundo embora! Ela - Aliás, vai todo mundo embora! Ele - Acabou a festa! Ela - Acabou a festa! Ele - Acorda, porcão! Ela - Acorda, porcão! Ele - Você mesmo, gordo! Ela - Você mesmo, gordo! Ele - Vai dormir em casa que isso aqui não é albergue não! Ela - Vai dormir em casa que isso aqui não é albergue não! Ele - E isso é com a senhora também! Ela - E isso é com a senhora também! Ele - E cala essa boca, Loira! Ela - E cala essa boca, Loira! Ele - E vai embora também! Ela - E vai embora também! Ele - Não me amolem! Ela - Não me amolem! Ele - Eu já avisei! Ela - Eu já avisei! Ele - Eu quero ficar sozinha. Ela - Eu quero ficar sozinha. Ele - Só eu e o meu bem. Ela - Só eu e o meu bem. Ele - Eu estou insistindo sim. Ela - Eu estou insistindo sim. Ele - É que é uma noite muito especial pra mim. Ela - É que é uma noite muito especial pra mim. Ele - E pra Ele também. (ela pára, olha para ele) Ela - Eu não posso falar isso. Ele - Fala! Ela - Elas vão achar que eu estou louca! Ele - E pra ele também. Ela - Vão achar que eu estou sonhando! Ele - E pra ele também! Ela - Ai, tá bom. (para as outras pessoas) E pra ele também! (ela vai enxotando as pessoas, indo em direção à porta) Ela - Não, pode ir embora, Loira, eu não estou pedindo, eu estou mandando! Estou! Estou doida! Doidona! Já, você também! E você também, Rosa, desculpe, mas eu preciso ficar sozinha com ele!... Eu sabia que você ia entender! Obrigada! Isso, a gente vai ter muito tempo pra conversar! (para outra pessoa) Quer levar, leva as bolachinhas, embrulha as empadinhas e leva, criatura! Fora! Tchau! Até amanhã! Desliga a televisão aí e rua!

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.