Confira pesquisa sobre os melhores do ano na TV

Celebridade foi eleita a melhor na categoria novela, vencendo Cabocla, Da Cor do Pecado, Senhora do Destino e A Escrava Isaura. A trama de Gilberto Braga, encerrada em junho, permanece na memória do público, tendo merecido 31,09% dos votos, na enquete realizada pelo suplemento TV & Lazer do Estado no portal Estadão.com.br.Cláudia Abreu, que interpretou a adorável cachorra Laura e morreu no último capítulo, depois de ser desmascarada como a assassina de Lineu Vasconcelos (Hugo Carvana), conquistou o título de melhor atriz, com 44,78% dos votos, derrotando a má da vez, Nazaré, que deu a Renata Sorrah 22,99% dos votos. Em terceiro ficou Suzana Vieira como a maria do Carmo de Senhora do Destino e Leandra Leal da mesma novela ficou em quarto lugar. Em quinto, Maria For, revelação em Cabocla.Cabocla, o remake de Edmara e Edilene Barbosa, filhas de Benedito Ruy Barbosa, foi a segunda melhor novela, de acordo com os internautas, com 29,06% dos votos, derrotando o folhetim nobre da vez Senhora do Destino, com 16,3%. Neste caso, os votos não refletiram a audiência da trama das 7. O folhetim que marcou a estréia de João Emanuel Carneiro como autor solo de novelas foi sucesso no horário com médias que ultrapassavam os 40 pontos de ibope.Cabocla, novela inocente e cheia de cenas românticas, emplacou também o melhor ator: Tony Ramos como o coronel Boanerges, inimigo de Justino (Mauro Mendonça), foi o campeão com 38,67% dos votos. Além de perfeito no papel, o ator, sempre na pele de bom moço, comemorou 40 anos de carreira em 2004. José Wilker, engraçadíssimo como o bicheiro Giovani, em Senhora do Destino, ficou em segundo lugar (31,67%), seguido por Fábio Assunção (o malvado Renato Mendes de Celebridade, com 18,7%), Leopoldo Pacheco (A Escrava Isaura, com 7,9%) e Tarcísio Meira (Um Só Coração, com 3,06%).Melhor telejornal - Pelo terceiro ano consecutivo da enquete o noticiário Jornal Nacional venceu na categoria melhor jornalístico, deixando para trás o Jornal da Globo,, o Jornal da Cultura, o Jornal da Record e o Jornal da Band.Tricampeão - Jô Soares venceu novamente na categoria Melhor Programa de Entrevistas, com 40,5% dos votos. O histórico Roda Viva, da Cultura, que este ano completou 18 anos no ar, ficou em segundo lugar, com 29,9%, seguido pelo polêmico Provocações, de Antônio Abujamra na mesma Cultura, que obteve 14,6%. O Marília Gabriela Entrevista, do GNT, obteve 9,9% dos votos, e o Dois A Um, com Mônica Waldvogel no SBT, ficou com 4,9%.Bicampeonato - Ana Paula Padrão venceu pela segunda vez na categoria Melhor Âncora. No ano retrasado ela perdeu o posto para a Fátima Bernardes, com a cobertura que ela fez da Copa do Mundo de 2002. Mas em 2003, Paula recuperou a ponta e este ano a manteve. O segundo lugar foi empate quádruplo: Fátima Bernardes (Globo), Paulo Henrique Amorim e Boris Casoy (ambos da Record) e Carlos Nascimento (Band) ficaram em segundo lugar, com 18,7% dos votos.Hors-concours - Não tem para ninguém quando o assunto é humor. Pelo segundo ano consecutivo, A Grande Família venceu a enquete, com 40,2% dos votos dos internautas. O novato Pânico na TV arrematou o segundo lugar e o terceiro ficou com Cláudia Rodrigues e o seu A Diarista, deixando Casseta & Planeta, em quarto e o programa de Heloisa Pérrisse e Ingrid Guimarães, Sob Nova Direção, em quinto lugar.Seriados - Friends reinou no ano de 2004 e conquistou o primeiro lugar na enquete do Estadão.com.br, com 47,98% dos votos. Em segundo lugar ficou outro seriado que chegou ao fim: Sex and the City (Multishow/Fox). Em terceiro, CSI, o juvenil The O.C. (Warner), em quarto e em quinto o cult britânico The Office, exibido pelo Eurochannel e People + Arts.Comercial do Ano - Quem não riu do menino que se joga no chão em um supermercado, aos berros, exigindo que a mãe lhe compre brócolis, chicória, rabanete? A campanha do Sustagen, foi eleita pelos internautas como a Melhor Propaganda do ano, com 40,1% dos votos, criado pela F/Nazca. Em segundo a campanha da Brahma que tirou Zeca Pagodinho da Nova Skin, criada pela agência África, de Nizan Guanaes. Em terceiro, o comercial da Rider, que tem como trilha sonora os mineiros do Skank interpretando uma nova versão de Vamos Fugir, de Gilberto Gil, criada pela W/Brasil. Em quarto lugar ficaram os peladões das Lojas Marisa, Fábio Assunção, Márcio Garcia, Bruno Gagliasso e Reynaldo Gianecchini, da campanha da Giacometti Propaganda. Em quinto lugar ficou a propaganda da Skol, em que um marido obcecado por peladonas em comerciais de cerveja leva uma torta na cara atirada por sua mulher.O melhor programa do ano - E não é que a RedeTV! desbancou a Globo no quesito Melhor Programa? A disputa foi acirrada e o Pânico na TV levou o prêmio (26,56%). Em segundo lugar, o Fantástico, em terceiro, O Aprendiz, em quarto, Domingo Espetacular, um clone do Fantástico, na Record, seguido pelo cultuado seriado Cidade dos Homens, da Globo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.