Confira bibliografia de José Lins do Rego

O escritor paraibano José Lins do Rego é autor de obras-primas como Menino de Engenho e Fogo Morto. Confira a bibliografia do escritor que é personagem do novo filme de Vladimir Carvalho, O Engenho de Zé Lins.   Romances Menino de Engenho (1932) - Edição do autor Doidinho (1933) - Ariel Editora Bangüê (1934) - Editora José Olympio O Moleque Ricardo (1935) - Editora José Olympio Usina (1936) - Editora José Olympio Pureza (1937) - Editora José Olympio Pedra Bonita (1938) - Editora José Olympio Riacho Doce (1939) - Editora José Olympio Água-Mãe (1941) - Editora José Olympio Fogo Morto (1943) - Editora José Olympio Eurídice (1947) - Editora José Olympio Cangaceiros (1953) - Editora José Olympio Romances reunidos e ilustrados (5 vols.) (1980) - Editora José Olympio   Memórias Meus Verdes Anos (1956) - Editora José Olympio   Literatura Infantil Histórias da Velha Totonha (1936) - Editora José Olympio   Crônicas Gordos e Magros (1942) - Casa do Estudante do Brasil Poesia e Vida (1945) - Editora Universal Homens, Seres e Coisas (1952) - Serviço de Documentação do Ministério da Educação e Saúde A casa e o Homem (1954) - Organização Simões Presença do Nordeste na Literatura Brasileira (1957) - Serviço de Documentação do Ministério da Educação e Saúde O Vulcão e a Fonte (1958) - Edições O Cruzeiro Dias Idos e Vividos (Antologia) (1981) - Editora Nova Fronteira   Viagem Bota de Sete Léguas (1951) - Editora A Noite Roteiro de Israel (1955) - Centro Cultural Brasil-Israel Gregos e Troianos (1957) - Bloch Editores S.ª   Em Colaboração Brandão entre o Mar e o Amor (romance, 2° parte) (1942) Livraria Martins O Melhor da Crônica Brasileira - 1 (com Rachel de Queiroz, Armando Nogueira, Sérgio Porto) (1980) - Editora José Olympio

13 de dezembro de 2007 | 18h14

Tudo o que sabemos sobre:
José Lins do Rego

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.