Keiny Andrade
Keiny Andrade

Confira atrações para aproveitar a semana dentro ou fora de casa

Live de David Guetta, inauguração no IMS e mostra com filmes de Ricardo Darín estão entre as dicas

Redação, O Estado de S.Paulo

05 de fevereiro de 2021 | 05h00

TEATRO (POR UBIRATAN BRASIL)

Vivências no interior baiano

Em ‘Sertão Sem Fim’, Tertulina Alves se aproxima das questões do sertão nordestino na vida de uma mulher

As experiências vividas pela atriz Tertulina Alves na região da Bahia onde nasceu, Macaúbas, foram fortes o bastante para inspirar a peça Sertão Sem Fim, que estreia nesta sexta, 5, no Teatro Sérgio Cardoso – as apresentações serão presenciais, seguindo as normas de saúde e segurança. Em Macaúbas, ela conversou com mulheres que vivem na região e experimentam diferentes formas de condições de vida no sertão nordestino.

Assim, elas são representadas na personagem Bastia, cuja existência é marcada por uma tragédia pessoal: seu marido, o vaqueiro Dão Sálvio, foi covardemente assassinado por fazendeiros da região. O motivo é fútil: a prosperidade do casal. Montada em um cavalo, ela percorre a cidade com o corpo morto do marido, em busca de justiça. “No Sudeste, ainda há um imaginário sobre o sertão que o remete quase sempre à seca. Em Sertão Sem Fim, buscamos pensar em outras possibilidades de se retratar esse espaço”, conta a atriz. Teatro Sérgio Cardoso. R. Rui Barbosa, 153. De 2ª a 6ª, 19h. R$ 10. Até 50 espectadores. Até 22/2.

Diálogo em cena 

De Eugênia Thereza de Andrade, Carcará 13 é o último episódio do projeto 7 Leituras – Diálogos do Isolamento, com homenagem aos cientistas brasileiros. 3ª (9), 16h, em bit.ly/sc24m

EXPOSIÇÕES (POR JÚLIA CORRÊA)

Inauguração no IMS

Imagens da cena alternativa de São Paulo nos anos 1970, feitas pela fotógrafa Madalena Schwartz (1921-1993), ganham exibição entre 9/2 e 13/6. Av. Paulista, 2.424. Agendamento em sympla.com.br

Exibição em dose dupla

A galeria Simões de Assis apresenta mostras de dois pintores: Álbum Branco, de Antonio Malta Campos, e Algum, de Rodrigo Bivar. R. Sarandi, 113 A, Cerqueira César. Até 20/3. Visita mediante agendamento: 3062-8980.

CINEMA E STREAMING (POR MARIANE MORISAWA, especial para o Estadão)

Os cinemas na capital paulista não trazem estreias. Mas não faltam opções de filmes para ver em casa Ricardo Darín. Quem não ama o ator argentino? Pois os fãs de Ricardo Darín podem se esbaldar na mostra do Petra Belas Artes, com cinco de seus filmes. Dois deles, O Mesmo Amor, a Mesma Chuva (1999) e Clube da Lua (2004), são de sua frutífera parceria com o também argentino Juan José Campanella. 

Em Samy e Eu (2002), dirigido por Eduardo Milewicz, é um roteirista de televisão que decide abandonar tudo para se dedicar à literatura. Mas a aparição da jovem Mary acaba transformando sua vida. Truman (2015), de Cesc Gay, que ganhou cinco prêmios Goya, traz o ator como Julián, que volta a Madri para cuidar de seu amigo de longa data, Tomás (Javier Cámara). Em A Educação das Fadas (2006), dirigido por José Luis Cuerda, Darín é um inventor de brinquedos que forma laços com o filho de sua nova mulher, Ingrid (Irène Jacob) e se desespera quando ela termina o relacionamento repentinamente.

Programação: Sexta (5/2): O Mesmo Amor, a Mesma Chuva, às 16h; A Educação das Fadas, às 19h. Segunda (8/2): Truman, às 16h; O Mesmo Amor, a Mesma Chuva, às 19h. Terça (9/2): A Educação das Fadas, às 16h; Clube da Lua, às 19h. Quarta (10/2): Truman, às 16h; Samy e Eu, às 19h.

O mesmo Petra Belas Artes promove uma série com clássicos do cinema do Japão, com seis filmes de Shôhei Imamura, Akira Kurosawa e Yasujiro Ozu. Detalhes no site www.cinebelasartes.com.br

*

Muitas novidades estão chegando ao VOD (para aluguel e compra) e aos serviços de streaming, especialmente com o início da temporada das grandes premiações no cinema.

As Vidas de Glória

As vencedoras do Oscar Alicia Vikander e Julianne Moore interpretam a ativista feminista Gloria Steinem nessa cinebiografia dirigida por Julie Taymor. Aluguel e compra: Apple TV (iTunes), Google Play, Microsoft Films &TV (Xbox) e PlayStation Store. Somente aluguel: Looke, NOW, SKY e Vivo Play.

Malcolm e Marie

Filmado em segredo em plena pandemia, traz Zendaya e John David Washington como um casal que discute a relação ao chegar da pré-estreia do filme dele. O filme é escrito e dirigido por Sam Levinson, que fez Euphoria com a atriz. Na Netflix.

A Febre

Vencedor do Leopardo de Ouro de melhor ator no Festival de Locarno para Regis Myrupu, o filme de Maya Da-Rin fala de Justino, um homem indígena que mora em Manaus e volta a sua aldeia depois de 20 anos. Na Netflix.

Palmer

No filme de Fisher Stevens, Justin Timberlake é Eddie Palmer, que sai da prisão depois de 12 anos. Vivendo com sua avó, sob os olhares desconfiados da vizinhança, ele acaba tendo de cuidar do filho da vizinha, Sam (Ryder Allen), de 7 anos. No Apple TV+.

Bliss

Owen Wilson é um homem com problemas de saúde mental que acaba convencido pela misteriosa Isabel (Salma Hayek), uma sem-teto, de que o mundo a sua volta é uma simulação criada num computador neste filme de Mike Cahill. No Amazon Prime Video.

MÚSICA (POR DANILO CASALETTI, especial para o Estadão)

Som nas alturas

Neste sábado (6), às 11h, o DJ David Guetta tocará no heliponto do hotel Burj Al Arab Jumeirah, em Dubai, com transmissão gratuita em seu canal (bit.ly/rotguetta). A live faz parte do projeto #UnitedAtHome que visa a arrecadar fundos para dar apoio a alunos e professores que, em virtude da pandemia, estão lidando com o ensino a distância.

Para ver de casa

O Itaú Cultural inaugura a temporada 2021 do projeto Palco Virtual. Nesta sexta-feira (5), a compositora baiana Livia Nery mostra canções de seu primeiro álbum, Estranha Melodia. No sábado (6), a apresentação é de Ligiana Costa, com músicas que trazem nomes de mulheres no título. Por fim, no domingo (7), é a vez do quarteto Saxofonando. Sempre às 20h, com reserva em itaucultural.org.br. Grátis.

Vida de poeta

Autor de clássicos como Louvação (com Gilberto Gil) e Mamãe Coragem (com Caetano Veloso), Torquato Neto (1944-1972) é tema de bate-papo promovido pelo MIS. A roteirista Giuliana Monteiro e o professor Eduardo Bordinhon comentam o documentário Torquato Neto – Todas as Horas do Fim, dirigido por Marcus Fernando e Eduardo Ades. Sáb. (6), 18h. Grátis. Transmissão em bit.ly/rotorquato.

BEM-ESTAR (POR JÚLIA CORRÊA)

Sesc Verão segue com atividades em fevereiro

Voltada à saúde física e mental, a 26ª edição do tradicional evento promovido pelo Sesc tem ações presenciais e virtuais ao longo do mês. Entre os destaques, na quarta-feira (10), das 20h às 21h30, o debate online Cuidado Virtual, transmitido nas redes do Sesc Pompeia, reúne o rapper Emicida e o historiador Fernando Nogueira, com mediação de Vivian Shoji. Programação e inscrições em bit.ly/sescv21.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.