Concurso dá R$ 160 mil para textos de teatro

Depois de vários editais beneficiando o poderoso cinema, o governo resolveu olhar o ?primo pobre?, o teatro, que há muito tempo não era contemplado por uma política nacional de apoio. O Ministério da Cultura divulgou hoje, no Diário Oficial da União, as regras que criam o Concurso Nacional de Dramaturgia 2003, destinando R$ 160 mil para premiar textos inéditos de teatro adulto e infanto-juvenil.Serão premiados autores nas regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sul e Sudeste. Os primeiros colocados receberão R$ 8 mil; os segundos receberão R$ 5 mil; e os terceiros colocados ganharão R$ 3 mil. Além do dinheiro, os vencedores terão seus textos editados pela Funarte, cabendo aos autores uma sexta parte de 15% da tiragem de 2 mil exemplares da edição.Segundo a portaria, o objetivo é ?incentivar a literatura dramática e o surgimento de novos dramaturgos?. A publicação é assinada pelo presidente da Fundação Nacional de Artes (Funarte), o ator Antonio Grassi. O ministro Gilberto Gil, que está em viagem pelos Estados Unidos, anunciou em entrevista recente ao Estado que a Funarte iniciaria um programa de apoio à dramaturgia e à música instrumental no País.As inscrições estarão abertas entre 7 de outubro e 31 de outubro. Os espetáculos deverão ter no mínimo 60 minutos de duração (teatro adulto) e 45 mintuos de duração (teatro infantil ou jovem). Serão desclassificados autores que não comprovarem o local de residência na sua região de inscrição. Em todas as regiões do País, as comissões de seleção terão três especialistas, mas na região Sudeste serão quatro integrantes.A portaria, as regras e a cópia da ficha de inscrição podem ser obtidas no site do Diário Oficial, na página

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.