Imagem Fábio Porchat
Colunista
Fábio Porchat
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Conchinha

Casal deitado na cama prestes a dormir.

Fábio Porchat, O Estado de S.Paulo

08 Março 2015 | 02h06

Mulher: Boa noite, meu amor.

Marido: Boa noite.

Os dois dão um beijinho e se abraçam de conchinha.

Mulher: Meu deus!

Marido: O quê?

Mulher: Essa posição tá muito perfeita. Não se mexe!

Marido: Caramba. É verdade. O braço, a cabeça, o travesseiro, até aquele braço que fica embaixo e que sempre fica sobrando encaixou.

Mulher: Essa é a melhor posição do mundo!

Marido: Putz, e eu deixei a luz acesa. Deixa eu apagar rapidinho e... (vai levantar)

Mulher: Não, não, não! Se você sair nunca mais a gente vai achar essa posição de novo. Fica aqui.

Marido: Será?

Mulher: Não acha. Eu levei minha vida inteira pra achar. Fica assim.

Marido: Mas a TV tá ligada.

Mulher: A gente acostuma com o barulho.

Marido: Parece que eu tô no útero da minha mãe de novo.

Mulher: Parece que Deus está me abraçando por trás.

Marido: Hum, meu pé tá coçando.

Mulher: Não coça.

Marido: Mas é muito.

Mulher: Um centímetro a mais vai acabar com a nossa Disneylândia. Deixa seu pé aí, Ernesto! Vamos dormir.

Marido: Tá. Ah, mas eu não coloquei o despertador.

Mulher: Dane-se!

Marido: Mas eu tenho uma reunião amanhã cedo. É a minha promoção.

Mulher: Você consegue outra.

Marido: Mas eu tô tentando ela faz dois anos.

Mulher: A gente vive bem assim, pra que precisa de mais?

Ouvem um barulho.

Mulher: Que que foi isso?

Marido: Entrou alguém na casa.

Mulher: Deixa roubar, mas pelo amor de Cristo não sai daqui.

Marido: É tão gostoso.

Mulher: Eu não queria que isso acabasse nunca.

Marido: Uma hora a gente vai ter que sair daqui.

Mulher: Não pensa nisso agora.

Marido: Eu não fiz xixi.

Mulher: Mas você também, vai se ferrar!

Marido: Como é que eu ia saber?

Mulher: Faz aqui.

Marido: Quê?

Mulher: Faz aqui.

Marido: Eu vou tentar segurar um pouquinho mais.

Entra assaltante no quarto.

Assaltante: Levanta.

Mulher (agressiva): A gente não vai levantar, filha da p...! Rouba o que você tiver que roubar, mas deixa a gente aqui, tá entendendo seu merda?! Se você me tirar dessa posição, eu acabo com a sua vida. Eu vou atrás da sua família, vou estuprar os seus filhos. Minhas joias tão no armário do closet e os dólares dele tão no escritório.

Assaltante sai.

Marido: Eu te amo.

Mulher: Muito. Boa noite.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.