Companhia russa traz conto de Nikolai Gogol para SP

Chega a São Paulo, após uma rápida passagem pelo Rio, a terceira peça russa integrante do projeto de intercâmbio Estação de Teatro Russo - Brasil 2006: "Proprietários à Moda Antiga", dirigida pelo lituano Mindaugas Karbauskis. A montagem teve como base o conto escrito no século 19 pelo russo Nikolai Gogol, que apresenta a história de um casal idoso, Afanassi Ivanovitch e Pulkhêria Ivanovna, que têm uma vida pacata até a morte da patroa, levando os empregados a ditarem as regras da casa.Quem dá vida ao protagonista é Aleksandr Semtchev, de 32 anos, um dos atores mais populares de toda a Rússia. Já participou de diversos filmes, peças e comerciais para a TV - a mais recente foi para a cerveja da marca Três Gordos, sendo ele um dos integrantes do trio de "peso". Ao lado de Semtchev, juntam-se mais sete atores para contar a história que gira em torno da vida dos velhinhos. No total, são 20 pessoas que participam direta e indiretamente da montagem, entre técnicos de luz, som, tradutores e uma jornalista."Proprietários à Moda Antiga" é uma produção do Teatro de Arte de Moscou, criado há 108 anos pela dupla Stanislavski e Nemirovitch-Dantchenko. A peça baseada no conto de Gogol foi montada pela primeira vez em 2001 e já sofreu muitas modificações de lá pra cá. "Nós mudamos o tempo todo, visando a melhoria e a qualidade da peça, que deve acompanhar o tempo em que vivemos", conta Karbauskis. O diretor optou por uma releitura que destaca a dureza e a crueldade capazes pelo ser humano e a importância de se dar valor à felicidade que pode ser encontrada nas coisas mais simples da vida. "Nós vivemos e não percebemos que somos felizes, só quando algo ´quebra´ é que lembramos de como tínhamos a felicidade ao nosso lado. Na visão de Gogol, a felicidade é silêncio, como se nada existisse ao redor."Karbauskis expressa a sua vontade de conferir as boas produções teatrais brasileiras que estão em cartaz - como já pôde verificar em julho do ano passado de algumas companhias por lá, entre elas a do Teatro Oficina que levou Boca de Ouro, de Nelson Rodrigues, surpreendendo o público russo, inclusive o diretor. "Gostaria muito, mas infelizmente o pouco tempo que nos sobra usamos para ajustar detalhes na nossa peça", lamenta. Estação de Teatro Russo. Sesc Santana . Avenida LuizDumont Villares, 579, 6971-8700. De hoje a quinta, às 21 h. R$ 10

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.