Companheiro de Farrah Fawcett poderá manter retrato feito por Warhol

O ator Ryan O'Neal poderá manter um retrato da falecida companheira Farrah Fawcett pintado pelo famoso artista Andy Warhol, conforme decisão judicial de quinta-feira, numa disputa que envolvia a Universidade do Texas.

Reuters

20 de dezembro de 2013 | 10h20

A universidade, com sede em Austin, processou O'Neal em 2011 solicitando a posse da obra produzida em 1980. A ação foi aberta porque antes de morrer, em 2009, Fawcett --estrela de "As Panteras"-- doou seu acervo artístico à universidade onde estudou.

O acervo hoje em poder da universidade inclui um retrato semelhante da atriz pintado por Warhol na mesma época. A universidade alegou na Justiça que Fawcett desejava doar ambas as pinturas.

Mas um júri da Corte Superior de Los Angeles decidiu após dois dias de deliberação, por 9 votos a 3, que o quadro pertence a O'Neal.

Em nota, a universidade lamentou o veredicto e disse que desejava reunir as duas obras de Warhol para "honrar o legado" da atriz. "Em seu testamento ela confiou ‘todas as suas obras de arte e objetos artísticos' à Universidade do Texas, e achamos importante tentar cumprir seu desejo."

O retrato disputado está pendurado no quarto de O'Neal, na casa dele em Malibu. Sua existência foi descoberta pela universidade depois que a obra apareceu em um reality show sobre O'Neal.

Casal-celebridade em Hollywood, O'Neal e Fawcett nunca se casaram no papel, mas mantiveram uma relação intermitente de três décadas, e tiveram um filho. Eles haviam reatado o relacionamento logo antes de Fawcett morrer de câncer, aos 62 anos.

(Reportagem de Eric Kelsey)

Tudo o que sabemos sobre:
GENTEFAWCETTWARHOL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.