Comédia enfoca a luta de mulheres contra o tempo

O trocadilho implícito no título da nova peça de Mara Carvalho - Elas São do Baralho - faz pensar numa comédia de costumes sem maiores pretensões. O primeiro estranhamento aparece na assinatura da direção: Bete Coelho. No elenco, além da autora estão Iara Jamra, Magali Biff e Roney Facchini. Elas São do Baralho estréia hoje no Teatro do Centro da Terra, com figurinos de Cássio Brasil, cenário de Ulisses Cohn e iluminação de Wagner Freire. Sem dúvida, uma equipe de peso.A leitura do texto revela a possibilidade de surgir no palco algo mais do que uma comédia superficial. Em torno de um jogo de baralho, estão reunidas mulheres de uma mesma família. Mãe, filha, irmãs. Em comum, uma existência absolutamente vazia. Chama a atenção nessas mulheres a capacidade de acumular lixo dentro de si mesmas. Desde as drogas que consomem - das digeríveis como ansiolíticos às injetáveis como botox -, passando por suas leituras, subprodutos de filosofias orientais, até valores familiares herdados. O diálogo gira em falso, mas revela patologias para além das palavras."Guardadas as devidas proporções, há algo de becktiano nesse universo. A mesma medida de tempo", diz Bete. "Essas mulheres, patéticas, que esticam o cabelo e a pele, têm a pretensão de dominar o tempo. Não sei se conseguimos, mas tentamos um deslocamento do cotidiano para os arquétipos. A idéia é exacerbar esse vômito, essa tagarelice. E fazer o silêncio que traz o vazio." As personagens vestem muitas saias, carregadas de séculos de sujeiras. Estão num lugar inóspito e não demarcado. Mas são reconhecíveis. "As pessoas vão rir. Isso já acontece nos ensaios", diz Roney. "É preciso conseguir sorrir. O lixo é humano", diz Mara.Elas São do Baralho. De Mara Carvalho. Direção Bete Coelho. Duração: 80 minutos. Sexta, às 21h30; sábado, às 21 horas; domingo, às 19 horas. R$ 20,00 e R$ 25,00 (sábado). Teatro do Centro da Terra. Rua Piracuama, 19, tel. 3675-1595. Até 13/6.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.