Comédia do inglês Ray Cooney estréia hoje em SP

Um cidadão desses que dá duro para manter o padrão de consumo de classe média sai do metrô com uma pasta recheada com nada menos do que US$ 1,5 milhão. Sem se dar conta e sem saber como, percebe que trocara a sua pasta pela de outro usuário, no metrô. Mas sabe exatamente o montante em dinheiro vivo: contou e recontou no banheiro de um bar, enquanto decidia o que fazer com tal achado. Esse é o ponto de partida de Ladrão Que Rouba Ladrão comédia do inglês Ray Cooney que estréia hoje para convidados, no Teatro Imprensa, depois de cumprir temporada carioca.Dirigida por Cyrano Rosalém, com Débora Duarte, Thereza Piffer e Rogério Fabiano no elenco de oito atores, trata-se de uma daquelas comédias em que os enganos se sucedem, num ritmo frenético, provocando gargalhadas na platéia. No gênero, Ladrão Que Rouba Ladrão tem texto de mestre. O tal cidadão, chamado Ivan, volta para casa apenas para pegar o passaporte e sua mulher. Está disposto a fugir imediatamente para a Europa. Deduz ser ilícito o dinheiro achado. Assim sendo, quem ficou com a sua verdadeira pasta não dará queixa à polícia, mas vira buscá-la pessoalmente. E poderá localizá-lo em breve, basta realizar uma pesquisa a partir dos documentos. Fugir é urgente.Mas tudo contribuirá para adiar a fuga. Para começar, é dia de seu aniversário e há um casal amigo convidado para jantar. Para agravar, sua mulher acha que ele deve entregar a pasta à polícia. E o motorista de táxi chamado para levá-los ao aeroporto acaba se tornando mais um elemento complicador.

Agencia Estado,

28 de abril de 2004 | 17h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.