Começa restauração de biblioteca alemã incendiada

Equipes de construção começaram hoje a restaurar o palácio rococó que abriga a Biblioteca Duquesa Anna Amalia, Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco, quase um ano depois que um incêndio atingiu o prédio na cidade de Weimar.Cerca de 50 mil livros sofreram danos irreparáveis no incêndio de 2 de setembro de 2004, quando o fogo atingiu o telhado e o último andar do palácio do século 16 que foi usado pelo escritor Johann Wolfgang von Goethe."Este é o local de construção mais animador em que já estive", disse Walther Grunwald, um arquiteto encarregado do projeto.Um cobertura especial foi montada sobre o prédio para permitir que a madeira secasse. O próximo passo será tentar trocar os pedaços de madeira danificados por aço que suportará o novo telhado, disse Grunwald. O custo dos reparos foi estimado em ?11,4 milhões. A biblioteca foi incluída como Patrimônio Mundial da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura em 1998.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.