Começa o Festival de Dança de Joinville

Há 19 anos, tradicionalmente, grupos de bailarinos, coreógrafos, academias, escolas e estudantes de dança de todo o Brasil reúnem-se para o Festival de Dança de Joinville. O ponto de encontro escolhido para apresentações e competições é o Centreventos Cau Hansen, com capacidade para mais de 4 mil pessoas.A partir desta quarta-feira e até o dia 28, esse espaço, que está mais para estádio esportivo do que para palco de dança clássica, será tomado por uma programação variada. O gênero clássico sempre predominou nesses quase 20 anos de festival, tanto que este foi um dos motivos pelo qual a cidade foi escolhida para receber a única escola do tradicionalíssimo Ballet Bolshoi fora da Rússia. Este ano, a programação traz uma grande novidade: a Mostra de Dança Contemporânea.Marcada para os dias 24 e 26, a Mostra levará ao palco o Cena 11, com a coreografia A Carne dos Vencidos no Verbo dos Anjos; a Tanzhaus, com Clarobscuro; a Ana Vitória Dança Contemporânea leva a peça 1 Segundo; a Quatromenosum apresenta As Três Que o Diabo Fez; a Cia. Mário Nascimento apresenta a coreografia Trovador; e o Distrito Cia. de Dança mostrará Duo e Dos Pés à Cabeça.O Festival também terá como atrações especiais o Balé da Cidade de São Paulo, a Cia. de Dança Jaime Arôxa, o Balé de Rua, a Cia. de Dança de Minas Gerais e Jair Moraes. Esses grupos farão apresentações nesta noite, no sábado e no dia 27.Mas para a noite de abertura, nesta quarta-feira, o programa estabelecido pela organização do evento não só mantém a tradição clássica como evidencia sua história, trazendo dos Estados Unidos o bailarino Marcelo Gomes, que na edição de 1993 foi eleito bailarino revelação do Festival, quando tinha apenas 13 anos. Hoje, aos 21 anos, ele é solista do American Ballet Theatre de Nova York e volta a Joinville para dançar o Grand Pas-de-Deux Cisne Negro com Cecília Kerche, outro nome de destaque no cenário do balé. A seguir, entra em cena o Balé da Cidade de São Paulo com os espetáculos Axioma 7, de Ohad Naharin, e Paixão, criação de Débora Colker especialmente para a companhia.Gala - O Festival contará com duas noites de gala, no sábado, quando os cariocas da Cia. de Dança de Jaime Arôxa dançarão sete coreografias e a Cia. Balé de Rua de Uberlândia, que mostrará o espetáculo Vira Lata, com trilha sonora composta por música de Mestre Ambrósio, Lui Coimbra, Didier Guigue, Comadre Florzinha, chorinhos, funks e músicas típicas da Folia dos Reis e do Congado.O Balé de Rua tem uma história peculiar: formado por trabalhadores de diversas profissões, nasceu com a intenção de utilizar a dança como forma de expressar o universo dessas pessoas. Surgiu como um projeto que buscava identidade própria e transformou-se em uma companhia de dança.Dia 27 será a última noite de gala com a presença do coreógrafo e bailarino do Balé Guaíra, Jair Moraes, que leva ao palco a remontagem da peça Treze Gestos de um Corpo. Para encerrar a noite, haverá a apresentação da Companhia de Dança de Minas Gerais com Entre os Céus e as Serras.Teoria - Também serão oferecidos cursos, entre os dias 20 e 25, que abordam da dança clássica à expressão corporal. Serão 33 módulos com 9 horas de duração cada um. Os Cursos de Dança serão realizados em parceria com a Universidade da Região de Joinville. As pessoas que participarem de três módulos receberão um certificado de extensão Universitária. Para executar as atividades, foram convidados 26 professores divididos em 52 turmas.Como é de praxe, serão reservadas sete das 11 noites do evento para a Mostra Competitiva, voltada para alunos de escolas e academias de dança. E o Meia Ponta, para crianças de 10 a 12 anos, segue os mesmos moldes do Festival do ano passado. Será realizado no Teatro Juarez Machado, o antigo teatro muncipal que fica no centro da cidade, de proporções menores e, portanto, mais condizentes com o tamanho das crianças, que se queixavam da amplitude do Cau Hansen. Também serão realizadas apresentações de dança em praças, shoppings, ruas e locais públicos, além do que está previsto na agenda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.