Começa hoje em São Paulo a 8ª edição de Dramaturgias

"A Procura de Emprego", de Michel Vinaver, abre hoje no Centro Cultural Banco do Brasil, em São Paulo, a 8ª edição de Dramaturgias, projeto idealizado por Neusa Andrade que agrega diretores, atores e pesquisadores para leituras públicas de peças seguidas de debate. Não raro, textos teatrais lidos ali chegaram ao grande público, na forma de espetáculos, a partir da boa receptividade nesse evento. Dramaturgias, que terá agora uma 1ª edição no Rio, nesta sua 8ª edição paulistana se integra às comemorações do Ano da França no Brasil.

AE, Agencia Estado

24 de junho de 2009 | 12h54

O evento traz ao palco autores franceses contemporâneos, com curadoria do adido cultural da França Philippe Ariagno. É bem conhecida a dificuldade de se publicar peças, literatura criada não para a leitura solitária, mas para o palco. A coleção "Palco Sur Scène" vem publicando peças de autores brasileiros e franceses em volumes bilíngues - em francês e português - editados com zelo, em boas traduções. Daí, o palco do CCBB une hoje dois projetos de grande mérito: Dramaturgias e um lançamento da coleção Palco Sur Scène, "A Procura de Emprego".

Jean-Luc Lagarce, Bosco Brasil, Philippe Minyana e Newton Moreno são os autores já publicados. Moreno autografa hoje à noite o livro que reúne as peças de sua autoria, "Agreste", "Body Art" e "A Refeição". As pelas que ainda chegarão da França são: "Por Um Sim Ou Por Um Não", de Nathalie Sarraute, com direção de Francisco Medeiros (29/07); "A Geladeira e Loretta Strong", Copi, direção de Thomas Quillardet (19/08); "O Lugar do Outro", de Jean-Luc Lagarce e tradução de Marinilda Boulay, direção de Fernando Neves (07/10); "Pawana", de Jean-Marie Gustave, Le Clezio, com direção de Georges Lavaudant (28/10); e "Combate de Negro e Cães", de Bernard-Marie Koltès, direção de Roberto Alvim (25/11). As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
dramaturgiaRioSão PauloCCBB

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.