Começa fórum sobre a cultura no Mercosul

Começou hoje o II Fórum Internacional de Integração Cultural Arte Sem Fronteiras, que pretende debater entre agentes culturais, artistas, acadêmicos, empresários, presidentes de entidades culturais e secretários brasileiros de cultura, metas conjuntas na direção de uma política cultural no Mercosul. "Queremos encontrar uma forma viável para termos uma direção comum", disse Monica Allende Serra, presidente da organização Arte Sem Fronteiras. O ministro da Cultura Francisco Weffort não compareceu à cerimônia de abertura como estava previsto. Maria Emília de Azevedo, secretária executiva do Ministério da Cultura, representou Weffort. O motivo de sua ausência não foi explicado. Marcos Mendonça, secretário da Cultura do Estado de São Paulo, representou o governador Mário Covas. Estava previsto também na abertura, o lançamento de um site da organização Arte Sem Fronteiras, o que também não aconteceu. O espanhol Fernando Vicário, diretor do Convênio Andres Bello, entidade cultural latino-americana com sede na Colômbia, apresentou uma conferência magna sobre a cultura no Mercosul. A partir dessa quinta-feira (9), começam os debates e as discussões sobre o tema do fórum. O evento, que acontece no Instituto Itaú Cultural, termina na sexta-feira, dia 10 de novembro.

Agencia Estado,

08 de novembro de 2000 | 23h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.