Começa amanhã Panorama do Cinema Francês em SP

Nos últimos anos o Brasil vinha sendo um dos dez maiores mercados do mundo para o cinema francês, mas curiosamente, a produção que faz sucesso no País não é a comercial e sim, autoral. A França reconhece a importância do mercado brasileiro para o seu cinema e traz ao País uma delegação de artistas e diretores para o 2º Panorama do Cinema Francês, que começa amanhã em São Paulo e sexta-feira no Rio. Em ambas as capitais, até dia o 25, os cinéfilos poderão assistir às pré-estreias de sete filmes.

AE, Agencia Estado

15 de junho de 2009 | 11h03

Em São Paulo, a abertura, na Reserva Cultural, terá a presença da delegação francesa (os diretores Jean-François Richet, Christophe Barratier e Philippe Lioret, os atores Vincent Cassel, Charles Berling, Gilles Lellouch e Elsa Zylberstein, a diretora da Unifrance, organismo que se dedica à promoção do cinema francês no mundo, Regine Hatchondo). Todos vão prestigiar a pré-estreia de Paris, de Cédric Klapisch. A edição traz entrevistas com os diretores de Horas de Verão e Mesrine.

Os demais filmes que integram a programação são - Horas de Verão, de Assayas; Mesrine, o Inimigo Público, primeira parte do díptico de Richet com Vincent Cassel (a segunda, Instinto de Morte, não será exibida agora); Bem-Vindo, de Lioret; Faubourg 36, de Barratier; Há Tanto Tempo Que Te Amo, de Philippe Claudel; e 0SS 117, Rio ne Répond Pas, de Michel Hazanavicius, nova aventura do agente secreto interpretado por Jean Dujardin, com cenas filmadas no Brasil. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
cinemafestivalfrancês

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.