Começa amanhã a Feira do Livro de Frankfurt

A Feira do Livro de Frankfurt, a principal feira de literatura do mundo, abre nesta terça-feira tendo a Índia como país convidado. Como é de praxe, o programa da feira será tão amplo que o diretor do evento, Jürgen Boos, advertiu que aqueles que não chegarem bem preparados à mostra correm o risco de "terminarem perdidos entre temas e corredores". Apenas as atrações que envolvem o país convidado já seriam um programa suficiente para os cinco dias de evento. Boa parte da literatura indiana, dividida em mais de 20 idiomas regionais além do inglês, ainda é desconhecida na Europa e alguns títulos foram traduzidos para o alemão em virtude da participação do país como convidado de honra na feira.Ainda que as atividades em torno do país homenageado tenham grande destaque na feira, os escritores e as editoras indianas não serão o tema dominante durante o evento literário. Editoras do mundo inteiro estarão presentes em Frankfurt com o objetivo principal de fechar contratos de direitos autorais e sondar o mercado para futuras contratações.Além das negociações sobre os direitos de propriedade intelectual, a feira também costuma servir de caixa de ressonância para apresentar títulos novos ou para fazer uma espécie de segundo lançamento de livros que já foram lançados nos meses anteriores.Estarão presentes nomes de destaque da literatura, como o Prêmio Nobel Imre Kertesz, que aproveitará o evento para relançar sua autobiografia.Além dos outros tradicionais focos de interesse, como o centro de história em quadrinhos, este ano a Feira de Frankfurt apresentará novidades como o livro de cozinha mais antigo do mundo e um pavilhão especial dedicado à educação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.