Começa amanhã 3ª mostra de cinema silencioso em SP

Há quase 114 anos, os irmãos Lumière exibiam pela primeira vez pequenos filmes sobre o cotidiano francês, como a saída de operários de uma fábrica em Lyon, o almoço de um bebê e a chegada de um trem a uma estação. Todos esses filmes mudos e outros 70, também dos Lumière, serão exibidos na 3ª Jornada Brasileira de Cinema Silencioso, que começa amanhã e vai até o dia 16, em São Paulo. "Grande parte dos filmes foi cedida pelo Centro Nacional de Cinematografia da França", conta o curador da mostra, Carlos Roberto.

AE, Agencia Estado

06 de agosto de 2009 | 09h39

Além da França, serão exibidos filmes de uma Amazônia ainda inexplorada. Cenas de índios e do desbravamento da floresta estão no longa "O Rio da Dúvida", que mostra uma expedição feita em 1914 pelo ex-presidente americano Theodore Roosevelt junto ao sertanista Cândido Rondon.

Os filmes virão acompanhados de músicos que compuseram canções inéditas para os velhos filmes. A grande atração será a exibição, na Sala São Paulo, entre os dias 13 e 16, do longa "Études Sur Paris", de 1928, com canções criadas por José Antônio de Almeida Prado e interpretadas pela Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo. As informações são do Jornal da Tarde.

3ª Jornada Brasileira de Cinema Silencioso. De amanhã até dia 14, na Cinemateca Brasileira (Lgo. Sen. Raul Cardoso, 207, grátis, 12 anos), e de 13 a 16/8, na Sala São Paulo (Pça. Júlio Prestes, 16, R$ 30 a R$ 104, 12 anos).

Tudo o que sabemos sobre:
cinemajornadaLumière

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.