Imagem Cristina Padiglione
Colunista
Cristina Padiglione
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Com novela no ar até tarde, Globo perde audiência na faixa das 23h

Exibido entre 22h56 e 23h38, e repare que o programa vai ao ar após a novela "das 9", o último episódio de 2013 de A Grande Família foi apresentado anteontem - a partir da próxima quinta-feira, o horário será ocupado pela 2ª edição do reality show musical The Voice Brasil. No balanço do ano, o seriado mais longevo da emissora fechou 2013 com a segunda pior audiência anual na Grande São Paulo desde a sua estreia, em 2001:22,8 pontos de média. A pior média anual da Grande Família foi justamente em 2001 (21,5 pontos), mas, naquele ano, até o seu share (porcentual de televisores sintonizados na Globo no universo dos aparelhos ligados) foi maior (40,9% ante 40,6% de 2013). Em 2009, Lineu e cia. faturaram 32 pontos para a Globo e, no ano passado, 24,1 pontos.

Cristina Padiglione, O Estado de S.Paulo

28 Setembro 2013 | 02h17

Assim como Saramandaia, que teve a pior média entre os três remakes produzidos para a faixa das 23h, chegando a 15 pontos em seus 53 capítulos iniciais (O Astro teve 19 e Gabriela, 18,4 pontos), o Na Moral, de Pedro Bial, também despencou de um ano para o outro - de 12,1 para 9,5 pontos.

A linha de shows da Globo, na faixa das 23h, tem sido sacrificada pelo atraso no início e fim da chamada novela das 9, que até 15 anos atrás ainda era "das 8". A Record, que anuncia novela para 22h30, tem aguardado o final do principal folhetim da Globo para dar início ao capítulo do dia de sua trama. Não por outro motivo, tem faturado as melhores médias com dramaturgia nas noites de quarta, quando o futebol obriga a Globo a encerrar o jornal e a novela mais cedo, dando algum respiro à concorrência.

Mais conteúdo sobre:
Cristina Padiglione

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.