Com Gisele, o verão é coisa séria

Valeu a espera e o suspense? Definitivamente não! A Cia. Marítima prometeu e cumpriu: um casting de tops de dar inveja a Versace em seus tempos de Linda, Christie, Naomi e Cindy. Beni Rosset colocou na passarela Ana Hickman, Rachel Zimmerman, Shirley Malmann, Mariana Weickert, Camila Espinosa (turbinadíssima!) e, claro... Gisele.Porém, essas moças parecem não gostar muito de praia. Todas sérias, meio carrancudas, desfilando burocraticamente uma coleção também burocrática. Gisele - magra, magra, magra - parece ter desfilado o mesmo modelo três vezes, tamanha era a falta de variação sobre o tema sixties. E tome cover de Supremes na trilha sonora ("Baby love, baby love, baby love..."), estampas semi psicodélicas, flower power, Pucci e um pouco de Rudi Genreich (o invetor de um tal "monoquíni", nos anos 60).Garotas bonitas aos montes, sim. Mas faltou estilo, faltou garra, faltou ginga e, sobretudo faltou alegria. Que verão é esse? As mais mais: Rachel Zimmerman: perfeita. Mariana Weickert: deliciosamente fora de padrão (e que abdome!). Ana Hickman: de-li-ci-o-sa! E Gisele, claro. Mas essa persona meio Greta Garbo, já está virando Shakespeare. Muito barulho por nada, sabe como?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.