Com empurrão de Ronson, banda entra na rota

Há algum tempo fugindo do próprio baú oitentista, o Duran Duran beirou o ridículo na tentativa de voltar a inflamar a juventude, emplacar hits de pistas e de rádios. Até Justin Timberlake foi acionado para salvar o que parecia estar afundando. Não deu muito certo. O jeito foi apelar para um dos produtores mais hypados do momento: Mark Ronson - "o cara" que azeitou o fenômeno Amy Winehouse para o estrelato. Ao lado dos tiozinhos ingleses, ele propôs o trivial: recuperar o dance pop do extraordinário Rio, de 1982. Não deu outra. All You Need Is Now, com seus sintetizadores e acabamento chique, recoloca a banda na rota do sucesso mundial. É, sem dúvida, releitura perspicaz da mesma new wave que povoa os bailes retrô de hoje em dia. Faixas como Safe, Blame the Machines e Girl Panic dão a sensação exata dessa nostalgia, com seus timbres démodé e percussão efusiva. Nesse caldo requentado, ainda sobra um tempo para amenidades, como na balada Leave a Light On, um flerte ao britpop dos anos 90. Renovado e com o pé no chão, o Duran Duran pode, enfim, desfrutar da ideia de conquistar novos fãs.

Emanuel Bomfim, O Estado de S.Paulo

30 Abril 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.