Com elenco estrelado, 'Rock of Ages' chega aos cinemas

Os anos 1980 não foram dos melhores para o rock?n?roll. O gênero combalia diante do poder das discotecas e do pop. A música se tornou um grande negócio, um jogo de poder vampiresco do "suga e joga fora". E restavam poucas gotas de sangue aos rock stars. O glamour também passava longe. Erros fashion como o permanente no cabelo, chapéus de caubói, couro e botas com saltos enormes.

AE, Agência Estado

24 de agosto de 2012 | 10h09

Não por acaso, as bandas da tal "década perdida do rock" ganharam um gênero próprio: o metal farofa. O pano de fundo para o filme "Rock of Ages", que estreia nesta sexta-feira no País, não poderia ser mais divertido. E o elenco, mais estrelado: Tom Cruise, Catherine Zeta-Jones, Alec Baldwin, Mary J. Blige, Russell Brand, Paul Giamatti e

Bryan Cranston.

Já acostumado em adaptar musicais da Broadway para o cinema, após bem-sucedida experiência em "Hairspray - Em Busca da Fama" (2007), Adam Shankman sabia que era necessário misturar um time de estrelas com protagonistas com rostos pouco familiares. Assim como fez com Nikki Blonsky em "Hairspray", Shankman trouxe o mexicano Diego Boneta e Julianne Hough. Ele, um astro teen na América Latina por seu papel na novela "Rebelde", no primeiro grande papel de Hollywood. Já a loirinha fez alguns papéis medianos em "Burlesque" e "Footloose" (ambos de 2011), mas é mais conhecida por ter vencido duas vezes o programa "Dancing With The Stars".

Julianne é Sherrie Christian, uma moça da cidade de Tulsa, de 400 mil habitantes, apaixonada pelo rock e por toda a mística roqueira que Los Angeles inspira. Decide deixar tudo e tentar a sorte em LA, mas já enfrenta a realidade assim que desce do ônibus e é roubada. É lá que ela conhece Drew Boley (Diego Boneta), um barman do célebre Bourbon Room, uma espécie de templo do rock, localizado na famosa Rua Sunset Strip. Eles percebem que se completam: dividem a mesma paixão pela música e, em especial, pela banda Arsenal, liderada pelo deus roqueiro Stacee Jaxx (Tom Cruise).

Cruise não é protagonista, mas tudo gira em torno dele. Jaxx é daqueles astros que já não sabem mais ouvir "não". Vive o personagem que criaram e tem sua personalidade engolida com os litros de uísque diário. Os dois grandes momentos de Cruise se passam dentro do Bourbon Room. São os shows de despedida da sua banda e, depois, é a volta como artista solo. Cruise, no entanto, fraqueja no papel de garanhão do rock. Seu personagem, sempre bêbado, parece mais estar com sono do que embriagado. Mesmo assim, com a ajuda da repórter Constance Sack (Malin Akerman), que perde as estribeiras na frente do galã, ele garante boas cenas no filme. As informações são do Jornal da Tarde.

Mais conteúdo sobre:
cinemaRock of Ages

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.