Philippe Antonello / Amazon Studios
Philippe Antonello / Amazon Studios
Conteúdo Patrocinado

Com 20 indicações ao Emmy, série "The Marvelous Mrs. Maisel" fala de liberdade e stand-up

As 3 temporadas estão disponíveis na Amazon Prime

Amazon, Media Lab Estadão
Conteúdo de responsabilidade do anunciante

31 de julho de 2020 | 14h21

Uma das sériais com mais indicações ao Emmy 2020 foi The Marvelous Mrs. Maisel, que concorre em 20 categorias, incluindo melhor série de comédia e melhor atriz (Rachel Brosnahan). O anúncio dos vencedores será feito em 20 de setembro. Atualmente, a atração da Amazon Prime Video está na terceira temporada e continua arrebatando público e crítica com sua história ao mesmo tempo delicada e potente.

A trama se passa no final dos anos 1950, quando a jovem e recém-casada Midge Maisel parece ter uma vida perfeita: um marido carinhoso, dois filhos e um apartamento deslumbrante em Manhattan, Nova York. Até que um dia seu companheiro revela que tem um caso com a secretária e decide sair de casa.

A personagem, até então apenas uma dona de casa exemplar, acaba entrenado no mundo do stand-up sem querer, como uma espécie de fuga para o desastre que virou sua vida. Talentosa e muito engraçada, ela consegue rapidamente um lugar de destaque nos palcos - coisa que seu ex-marido, um aspirante a comediante, nunca conseguiu.

A premiada série, que já venceu o Emmy em anos anteriores e levou três troféus Globo de Ouro (inlcuindo melhor série musical/comédia), deixa em evidência a independência das mulheres, ainda mais em uma época na qual elas pareciam ter utilidade só para cuidar da casa, ao mesmo tempo que mostra os bastidores do stand-up, com roubos de piadas e coisas do tipo.

Idealizada por Amy Sherman-Palladino, mesma criadora de Gilmore Girls, The Marvelous Mrs. Maisel é uma produção original da Amazon e está disponível no catálogo da Amazon Prime (R$ 9,90 por mês), que também inclui várias outras obras premiadas, como The Office, This Is Us e Mozart in the Jungle. O assinante também tem acesso a filmes, músicas e frete grátis na compra de qualquer produto pelo site.  

Aviso: O preço pode sofrer alteração, e o Estadão pode receber comissão por meio de vendas realizadas em links presentes neste artigo.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.