"Coletor de Imagens" abre ciclo de filmes na Cultura

O documentário Coletor deImagens, dos diretores Jurandir Müller e Kiko Goifman, queserá exibido amanhã, às 21 horas, na TV Cultura, abre ociclo de filmes realizados pelo Núcleo de Documentários daemissora em parceria com a Rede SescSenac de Televisão.Inédito, Coletor de Imagens mostra o trabalho da equipe daprodutora PaleoTV, pelo interior de São Paulo, em busca deimagens de qualquer espécie: fotografias, filmes, vídeosamadores. Com a ajuda de um megafone, eles faziam um apelo àpopulação das cidades por onde circulavam, para que lhetrouxessem materiais de seu acervo pessoal.O resultado são 55 minutos de filme e uma série dedepoimentos, em que personagens da vida real expõem sua vida esuas memórias por meio de uma foto amarelada ou uma gravação emSuper-8. Jurandir Müller e Kiko Goifman trazem à tona algumasquestões, como a perpetuação do passado, a eternização depessoas já mortas e de momentos perdidos no tempo, por meio daimagem.Para a dupla, o que importa são as peculiaridades, ashistórias particulares, os registros de viagens, cenas decasamentos, festas folclóricas dos anônimos. Tudo que, para opersonagem, remeta a lembranças. O documentário consegue reunirdeclarações interessantes, como a do rapaz que faz gravações,principalmente de pessoas mais velhas fazendo relatos do passado, e só as assiste, pela primeira vez, muito tempo depois."Sempre sonhei em viajar no tempo, mas nunca para trás, semprepara frente", disse. Para ele, seus vídeos são uma forma depreservar o passado, de fazer essa tão sonhada viagem no tempo.Coletor de Imagens não deixa de ser um exercício demetalinguagem. É a discussão da imagem fazendo uso da imagem. Aslentes da câmera acabam funcionando também como um coletor deimagens, na função de perpetuador de momentos e histórias. Odocumentarista e artista Jurandir Müller e o antropólogo KikoGoifman são nomes importantes na área de vídeo e jádesenvolveram outros trabalhos juntos, como nas 24.ª e 25.ªBienais de São Paulo, em que participaram como artistasconvidados.Até o fim do ano, foram programados mais quatro títulosdessa parceria entre TV Cultura e Rede SescSenac:Gráfica Utópica, de Aurélio Michiles, no dia 5 de outubro;D. Hélder - O Santo Rebelde, de Érica Bauer, no dia 12 deoutubro; Nô Caboclo, de Hermano Penna, no dia 30 denovembro; O Mundo na Cadeira de Barbeiro, de José RobertoToureiro, no dia 7 de dezembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.