Colégio Santa Cruz inaugura teatro

A noite de amanhã é restrita a convidados, mas reúne dois eventos importantes para o teatro brasileiro e, em breve, para o público em geral - a abertura das portas do Teatro do Colégio Santa Cruz e o lançamento do livro Teatros do Brasil, de J.C. Serroni.Projetado por J.C. Serroni e Edson Elito e GustavoLanfranchi - projeto arquitetônico vencedor do prêmio máximo naQuadrienal de Praga em 1999 -, o Teatro do Colégio Santa Cruzvai oferecer conforto para o público e os mais modernos recursostécnicos para os artistas. Dirigido por Luís Eduardo CerqueiraMagalhães, o colégio investiu US$ 1,5 milhão na construção doedifício teatral, chegando a deslocar um campo de futebol queocupava a área. A inauguração comemora o aniversário de 50 anosda instituição.O colégio ocupa uma área de 50 mil metros quadrados, noAlto de Pinheiros, sendo apenas 13,5 mil metros de áreaconstruída. Isso significa ter um teatro cercado de área verde,com estacionamento para 500 veículos, em segurança, no pátio dainstituição. A arquitetura vazada, com estruturas de vidro eferro, com aproveitamento da luz natural - estilo característicode Edson Elito, um dos arquitetos do Teatro Oficina -, estápresente no saguão do teatro, o que permite apreciar a paisagemao redor.Internamente, o teatro possui acústica perfeita e palcoflexível não mecanizado, o que propicia aos usuáriostransformá-lo facilmente em arena, semi-arena, italiano,elizabetano ou até passarela. Camarins confortáveis e tecnologiade ponta de iluminação e som ampliam as qualidades da casa.Na noite de amanhã, será realizado no local umcoquetel, performances teatrais e circenses, entre elas númerosaéreos da circense Cia. Cênica Nau dos Ícaros. "A idéia foimesmo realizar um coquetel para apresentar esse espaço à classeartística, aos arquitetos e aos produtores de cultura dacidade", argumenta o diretor do colégio.Igualmente importante será o lançamento do livroTeatros do Brasil, de J.C. Serroni. Um projeto que tem 23anos de planejamento e elaboração. Ao concluir o curso dearquitetura, Serroni fez um estudo sobre os teatros de São Paulo, no qual apresentava cada edifício, cada palco, destacando suaimportância histórica e tecendo considerações sobreespecificações técnicas. Desde então sonhava ampliar essetrabalho para os principais teatros de todo o Brasil. Compatrocínio da BrasilTelecom, finalmente o árduo e longo trabalhoestá impresso, num belíssimo livro, um registro de grandeimportância para as artes cênicas e a arquitetura brasileiras.São imagens, textos, depoimentos de artistas e especificaçõestécnicas de cem teatros de todo o Brasil.O Teatro do Colégio Santa Cruz será aberto ao público nodia 13, com show do cantor João Bosco. Na ocasião, o espectadorpoderá apreciar ainda a exposição Teatros do Brasil, criadaa partir do livro de Serroni, que também vai ser inaguradaamanhã à noite no saguão do teatro.50 Anos do Colégio Santa Cruz. Com lançamento do livroTeatros do Brasil, organizado por J.C. Serroni. SenacEditora. 360 páginas. Amanhã, a partir das 19 horas, cominauguração de exposição homônima, performances teatrais,circenses e musicais. Teatro do Colégio Santa Cruz. Rua Orobó,277, tel. 3024-5199. Só para convidados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.