Coleção de dedicatórias afetuosas

A coleção de livros afetuosamente autografados por nomes como Graciliano Ramos, Guimarães Rosa e Carlos Drummond de Andrade permite descobrir a intimidade que o editor José Olympio mantinha com seus escritores. Os encontros foram se rareando depois do fechamento da Livraria, nos anos 1950, mas o banco em que Graciliano Ramos sentava para fumar está hoje guardado no Museu de Literatura da Casa de Rui Barbosa. / U.B.

O Estado de S.Paulo

29 de novembro de 2011 | 03h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.