Cocoricó ao vivo

Atração compete com Fátima Bernardes e desenhos do SBT

ALLINE DAUROIZ, O Estado de S.Paulo

08 de julho de 2012 | 03h08

Fátima Bernardes que se cuide. Depois de o SBT herdar boa parte da audiência órfã dos desenhos animados da Globo, a Cultura - emissora com longa tradição em infantis - tem um novo trunfo para o horário diário das 11 horas. Sucesso há 16 anos no canal, a Turma do Cocoricó estreia amanhã a TV Cocoricó, sua primeira atração ao vivo.

"É inegável que a gente sonha atrair a parte do público que migrou para o SBT", admite Fernando Gomes, gerente do Núcleo Infantil da TV Cultura e bonequeiro que dá vida ao carismático Júlio, líder do Cocoricó. "Mas só quem tem programação infantil aliada à cultura e educação na TV aberta somos nós", diz, puxando a sardinha para seu lado e contrariando o perfil de que TV pública não liga para ibope.

Assim como o programa Cocoricó - que continua no ar, em esquema de temporadas, com 26 episódios semanais -, o novo TV Cocoricó também é voltado a crianças em idade pré-escolar. Agora, porém, saem as historinhas com começo, meio e fim, e a turma monta um programa de TV no paiol, com blocos independentes, apresentados pelo menino Julio. Em uma hora de duração, Julio, claro, interage com o cavalo Alípio, as galinhas Lola e Zazá, a vaca Mimosa e o primo João, que vira repórter em um telejornal da fazenda.

"Todo dia, o programa vai abordar um tema, mas de maneira bem variada. Por exemplo, se falarmos de diferença, podemos abordar desde os sinais matemáticos até as diferenças musicais, diferenças culturais e diferenças no vestir.", explica Gomes.

Outra novidade é a interação inédita entre os bonecos e personagens de carne e osso - no caso, a atriz Tânia Paes interpreta a produtora do programa, e a chef-mirim Rebeca Chamma, de 9 anos, apresenta um quadro de culinária duas vezes por semana.

Convidados ilustres também fazem parte do script do "programa dentro do programa". Em quadros pré-gravados, esportistas, cantores, autores e ilustradores são apresentados às crianças, sempre contando um causo de infância, para mostrar como se tornaram o que são. Amanhã, os primeiros visitantes sãoo cantor Daniel e a culinarista Palmirinha. Estão previstas ainda as participações de Raí, Tatiana Belink, Jair Rodrigues, Inezita Barrososo, a dupla Jane e Herondy, Marcelo Negrão, Tiê, Fabiana Cozza e Ronnie Von.

Apesar do nome parecido, Gomes garante que o TV Cocoricó não se parece com a TV Colosso, sucesso infantil da Globo nos anos 1990. "O fato de o programa ser feito de blocos independentes, com personalidades convidadas, é uma inspiração no Muppet Show", revela. "Eu assitia à TV Colosso e, até por ser um programa de bonecos, gostava. Mas aquilo era puro entretenimento. Não tinha compromisso com conteúdo educativo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.