Clima militar marca desfile da grife Redley no Fashion Rio

Em cenário de guindastes e tijolos, modelos desfilaram bermudas utilitárias e jaquetas desestruturadas

Clarissa Thomé, de O Estado de S. Paulo,

11 de janeiro de 2008 | 14h21

Num cenário de guindastes, tijolos aparentes e teto vazado, 52 modelos apresentaram a coleção outono/inverno da Redley, no Armazém 6, nesta sexta-feira, 11. As moças e rapazes desfilaram a indumentária militar, caças e bermudas utilitárias e jaquetas desestruturadas por uma passarela de 270 metros - o recorde deste Fashion Rio.  Para contrastar com os tecidos utilitários, a leveza do voil, algodão washed e da malha Bamboo, tecido ecológico desenvolvido pela Marles. As cores sóbrias, como azul-marinho, verde, roxo, preto, branco e grafite, ganharam personalidade quando complementadas com calças e bermudas tangerina, melancia e azul-turquesa - para eles e para elas.  Para proteger do frio, peças com forro destacável ou duplaface foram apresentadas em vários modelos: jaqueta militar, parka, jaqueta utilitária. Para mostrar que a mesma roupa pode virar duas ou três, alguns rapazes desfilaram só com o forro das peças  Para as meninas, o destaque é o vestido de gola alta e pregas, navy, desfilado por Claudia Seiler. Volumosos cachecóis trançados, que aparecem como tendência para a próxima estação, também têm vez na moda da Redley.  A atriz Erika Mader, que fotografou para o catálogo da grife, elogiou os shorts utilitários. "Gosto dessa coisa bag, com muitos bolsos. É uma coisa que uso muito", comentou. Ainda desfilam nesta sexta Rio Moda Hype, AcquaStudio, Graça Ottoni, Márcia Ganem, Sandpiper e Layanna Thomaz - esta, seguindo o tema deste Fashion Rio, a tecnologia, apresentará sua coleção no centro cultural Oi Futuro, no Flamengo.

Tudo o que sabemos sobre:
Fashion Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.