Clássicos de João Donato com suingue juvenil

JOÃO DONATO TRIO

Lauro Lisboa Garcia, O Estado de S.Paulo

10 de abril de 2010 | 00h00

SAMBOLERO

Dubas Preço: R$ 26,40

ÓTIMO

Um dos discos imprescindíveis da obra de João Donato, Muito à Vontade (1962), serviu de referência para o prazeroso Sambolero, em que ele pela primeira vez se dedica a uma sessão inteira com o baixista Luiz Alves e o baterista Robertinho, feras que há anos o acompanham em shows. O percussionista Sidinho, o flautista Ricardo Pontes e o cantor Zeca Pagodinho (este na única faixa cantada, Sambou, Sambou, clássico de Muito à Vontade) fazem eventuais participações. O trio suingado de Donato, e seu inconfundível piano de estilo "sambalançado", redesenha temas que nunca perdem a validade - alguns dos quais já outras vezes retomados por ele, como Amazonas, Bananeira, Surpresa, Lugar Comum, Brisa do Mar, A Rã (todos dele com parceiros), aqui com mais sabor de jazz latino. Aos 75 anos, não importa quantas vezes reelabore os arranjos das mesmas peças e canções, Donato sempre surpreende, com um viço juvenil.

OUÇA TAMBÉM

ATÉ QUEM SABE

Intérprete: Gal Costa. Álbum: Cantar (1974), com arranjos de Donato. Gravadora: Universal. Preço: R$ 24,90

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.