Classes A e B encabeçam consumo pirata

De ótimo humor, Silvio Santos pediu ontem a Moacyr Franco e Gorete Milagres que retomem o programa Oh, Coitado, título que foi sucesso no passado, pelo mesmo SBT.

O Estado de S.Paulo

21 de setembro de 2011 | 03h06

Moacyr Franco e Gorete estavam estremecidos justamente desde o fim do Oh Coitado, há 10 anos. Os dois se reencontraram ontem no camarim do programa de Silvio, para gravar o quadro O Jogo das Três Pistas, e, enquanto faziam as pazes, foram surpreendidos pela presença do patrão.

Walcyr Carrasco anunciou pelo Twitter que enviou anteontem, segunda-feira, pouco antes do início da exibição de sua novela, que entregou o último capítulo de Morde & Assopra para a Globo.

A substituta de Morde & Assopra, provisoriamente chamada como Aquele Beijo, de Miguel Falabella, só tem estreia prevista para 17 de outubro.

Enquanto Ashton Kutcher desfilava nu na tão esperada estreia da 9ª temporada de Two And a Half Men, Aguinaldo Silva se desculpava, via Twitter, pela discrição na exposição dos glúteos de Malvino Salvador em Fina Estampa.

O autor justificou o "banho de gato" de Malvino Salvador como policiamento externo: "é que Brasília tá de olho". E prometeu uma segunda rodada com o ator, em banha de mangueira com Cris Viana.

Muito se falou sobre uma segunda temporada de A Cura, na Globo, mas essa possibilidade é cada vez mais distante - até em função da presença de João Emanuel Carneiro, o autor, no texto da próxima novela das 9.

Gisele Bündchen é presença esperada no centro de experimentos da SOS Mata Atlântica, em Itu, terça-feira. O Cartoon Network anuncia, na ocasião, uma parceria com a SOS Mata Atlântica, e que terá a modelo como madrinha.

Ana Cecília Costa sai de cartaz na TV e em outubro entra em cartaz no cinema. Dona Virtuosa em Cordel Encantado, que acaba sexta, na Globo, ela será a prostituta Dalva em Capitães de Areia, filme dirigido por Cecília Amado, neta de Jorge Amado.

"Foram 16 anos para realizar esse sonho. Ainda não é um museu, mas a memória da TV está sendo prestigiada." Atriz Vida Alves, presidente da Pró-TV, anteontem, em inauguração da Cidade da TV

As classes A e B representam hoje o filão que mais consome produtos piratas, ou assim atesta um estudo realizado desde 2006 pela Ipsos, a pedido da Fecomércio-RJ. O levantamento aponta que o público dito AB saltou de 47%, em 2010, para 57% este ano, entre os entrevistados que admitem consumir produtos piratas - a classe C representa 52% do bolo. CDs e DVDs lideram com folga a lista desse consumo, em parte pela vantagem de serem oferecidos bem antes dos títulos oficiais. Mais da metade dos brasileiros (52%) assumem ter comprado produtos piratas em 2011, o que equivale a cerca de 74,3 milhões de pessoas, ou a 6 milhões a mais de brasileiros em relação aos números de 2010.

Outra tela

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.