Cisne Negro estréia "Anéis" no Municipal

Depois de uma pré-estréia em abril e uma turnê pelo Brasil, finalmente estréia em São Paulo a coreografia Anéis, do Cisne Negro Companhia de Dança, com trilha sonora composta especialmente por Adriana Calcanhotto. Em cena, o universo feminino, os anseios, sentimentos e a sensualidade da mulher contemporânea. O programa apresentado de hoje a domingo no Teatro Municipal também conta com Além da Pele e Danses Concertantes, do repertório do grupo. Anéis foi coreografo por Dany Bittencourt, sob encomenda e com patrocínio do Laboratório Organon, para o lançamento de um contraceptivo. A proposta casou com um antigo sonho da coreógrafa de falar sobre as mulheres. De um lado o anel, de outro as mulheres, a fusão dos dois elementos foi um desafio.O espetáculo abre apenas com mulheres, os homens entram em um segundo momento. "Como falar de sensualidade sem homens em cena?" Como recurso utilizado pela criadora, nada melhor que levar à cena um aro de bicicleta. A trilha sonora foi composta por Adriana Calcanhotto, amiga de infância de Dany. Filha de bailarina, Adriana estava acostumada com o cotidiano e a criação de espetáculos e a música de Anéis inaugura uma parceria da compositora com a dança. programa mantém a tradição do Cisne Negro em apresentar ao público coreografias do repertório com Danses Concertantes e Além da Pele, ambas de 1998. Danses foi criada com o apoio do British Council pelo neozelandês Mark Baldwin que, ao som de músicas de Igor Stravinsky, inspirou-se na personalidade de cada bailarino para sua criação. Serviços - Cisne Negro Cia. de Dança. Hoje, às 16 horas, Vem Dançar... A Cartilha da Dança. Estréia nacional do espetáculo Anéis: sexta e sábado, às 21 horas; domingo, às 17 horas. De R$ 5,00 a R$ 20,00. Teatro Municipal. Praça Ramos de Azevedo, s/n.º, tel. 222-8698. Até domingo. Patrocínio: Organon do Brasil

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.