Cisne Negro é o melhor do Spirit Awards, o ''Oscar dos independentes''

Cisne Negro, de Daren Aronofsky foi o principal premiado no Spirit Awards, dedicado a produções independentes e entregue na noite de sábado. A cerimônia foi dominada pela gravidíssima Natalie Portman, eleita melhor atriz, além de Aronofsky, melhor diretor, e Matthew Libatique, melhor diretor de fotografia. Cisne Negro foi também o melhor longa do ano passado. O Discurso do Rei ficou com a estatueta de melhor filme estrangeiro.

Ubiratan Brasil, O Estado de S.Paulo

28 de fevereiro de 2011 | 00h00

Natalie e Aronofsky aproveitaram seus discursos para se vingar dos que não acreditavam no filme. "Contatamos alguns produtores que levaram não mais que de 30 segundos para recusar o projeto", disse o diretor. A descrença também quase afastou James Franco de 127 Horas, trabalho que lhe rendeu o Spirit de melhor ator. Ele fazia o curso de cinema na Universidade de Nova York quando acabou cedendo aos apelos de seu agente para aceitar o papel do rapaz que, imprensado por uma rocha no meio do deserto americano, é obrigado a amputar o próprio braço. Nas outras categorias, John Hawkes e Dale Dickey foram eleitos, respectivamente, os melhores ator e atriz coadjuvantes por Inverno da Alma.

Também no sábado aconteceu a tradicional premiação Framboesa de Ouro, dedicada às piores produções do cinema americano do ano passado. O Último Mestre do Ar, de M. Night Shyamalan, foi o grande vencedor (ou perdedor?) ao ganhar pior filme, diretor, roteiro, ator coadjuvante (Jackson Rathbone, também premiado por Eclipse) e pior uso do 3D. Outro que não escapou dos olhos críticos da fundação Golden Raspberry Award, responsável pela temível premiação, foi Sex and the City 2, cujo todo elenco feminino (Sarah Jessica Parker, Kim Cattrall, Kristin Davis e Cynthia Nixon) dividiu a estatueta de pior atriz. Ashton Kutcher foi o pior ator do ano e, como trabalha muito, recebeu a honra não por apenas um mas por dois filmes (Par Perfeito e Idas e Vindas do Amor).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.