Cinemark faz hoje promoção de filmes nacionais a R$ 2

Depois de virar o maior fenômeno da história da pirataria de vídeos e DVDs no País, Tropa de Elite poderá receber hoje seu maior público desde que estreou nos cinemas. Afinal, você não vai querer perder a pechincha de pagar apenas R$ 2 para ver o filme de José Padilha com Wagner Moura na pele do polêmico Capitão Nascimento.E não apenas Tropa de Elite - O Ano em Que Meus Pais Saíram de Férias, filme de Cao Hamburger que foi indicado pelo Brasil para pleitear uma vaga no próximo Oscar; Cidade dos Homens, de Paulo Morelli; Antônia, de Tata Amaral; Não por Acaso, de Philippe Barcinski; Ó Paí Ó, de Monique Gardenberg; Saneamento Básico - O Filme, de Jorge Furtado; A Grande Família - O Filme, de Mauricio Farias; Batismo de Sangue, de Helvécio Ratton; O Cheiro do Ralo, de Heitor Dhalia; O Passageiro - Segredos de Adulto, de Flávio Tambellini; O Homem Que Desafiou o Diabo, de Moacyr Góes; Inesquecível, de Paulo Sérgio Almeida; O Primo Basílio, de Daniel Filho; e três infantis, O Cavaleiro Didi e a Princesa Lili, Xuxa Gêmeas e Turma da Mônica, Uma Aventura no Tempo, todos integram a lista de filmes nacionais que a rede Cinemark estará exibindo hoje no já tradicional evento que se chama Projeta Brasil.É a oitava edição do Projeta Brasil e, nestes sete anos, cerca de um milhão de espectadores já passaram pelas salas da rede Cinemark para prestigiar este dia destinado a promover unicamente a produção brasileira. Este ano, o Projeta Brasil estará ocorrendo nas 358 salas que formam os 43 complexos da rede em todo o País, apresentando filmes lançados entre novembro de 2006 e outubro de 2007. A diretora de marketing da rede, Adriana Cacace, lembra que, nas suas origens, o Projeta Brasil apresentava filmes a R$ 1, mas mesmo com a duplicação do preço do ingresso simbólico ele ainda continua muito abaixo do que é normalmente cobrado. Programando-se direitinho, o espectador poderá matar sua fome de cinema brasileiro assistindo a cinco filmes - cada sala apresenta em média cinco sessões por dia - por preço inferior a um ingresso normal. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.