Cinema perde Susanne Lothar

A atriz alemã Susanne Lothar, que ficou conhecida por participar de vários filmes do diretor austríaco Michael Haneke, morreu anteontem, aos 51 anos. O advogado de sua família não revelou detalhes sobre sua morte. Susanne Lothar, nascida em Hamburgo, mas que vivia em Berlim, era viúva do ator Ulrich Mühe. Foi dirigida por Haneke em O Castelo e Violência Gratuita, ambos de 1997, A Professora de Piano (2001), e A Fita Branca, que ganhou a Palma de Ouro no Festival de Cannes de 2009. Em sua carreira, fez mais de 50 filmes para cinema e televisão, entre eles, interpretou a mãe de David Kross em O Leitor, de Stephen Daldry. / EFE

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.