Milton Michida/ Estadão
Milton Michida/ Estadão

Cientista da USP é novo presidente do Instituto Brasileiro de Museus

O entomólogo Carlos Roberto Brandão é vice-presidente do IEA da USP e dirigiu o International Council of Museums (ICOM) em Paris

Jotabê Medeiros, O Estado de S. Paulo

19 Janeiro 2015 | 16h03

Atual vice-prsidente do Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo (USP), ex-diretor do Museu de Zoologia da USP, o professor Carlos Roberto Brandão será o novo presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram). A informação, divulgada pela nesta segunda, 19, pelo jornalista Ancelmo Góis, de O Globo, foi confirmada pela reportagem do Estado. Brandão foi convidado pelo ministro da Cultura, Juca Ferreira, na sexta-feira.


Brandão foi secretário-geral do International Council of Museus (ICOM) em Paris durante três anos - antes, fora presidente do ICOM-Brasil durante dois mandatos. Graduado em Ciências Biológicas pelo Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo (USP) em 1977. No período de 1977 a 1980 cursou o mestrado em Ciências Biológicas, com foco em Zoologia, também pela USP. Em 1984 concluiu seu doutorado, com as mesmas especificações do mestrado, ainda pela USP. No ano de 1995 tornou-se Livre Docente pela mesma instituição.

Dentre suas diversas publicações, destacam-se o livro Invertebrados Terrestres (editora da Fapesp, 1999) e os artigos New Technomyrmex in Dominican amber (Hymenoptera: Formicidae), with a reappraisal of the Dolichoderinae phylogeny, publicado em 1998 pela Entomologica Scandinavica, além de Revision of the Neotropical ant subfamily Leptanilloidinae, publicado pela Systematic Entomology, em 1999.

O Instituto Brasileiro de Museus é responsável pela administração direta de 30 museus e articula as políticas públicas para a área museológica em todo o País. Seu último presidente foi Angelo Oswaldo, que deixou a pasta para assumir o cargo de Secretário de Cultura de Minas Gerais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.