Cidade do México cria prêmio Elena Poniatowska de Literatura

Prêmio concederá um montante anual de cerca de R$ 100 mil à melhor novela publicada em espanhol

ANSA,

22 Outubro 2007 | 18h23

O governo da Cidade do México, em mãos do Partido da Revolução Democrática (PRD, de esquerda e oposição do governo federal), criou o prêmio Iberoamericano de Novela Elena Poniatowka, que concederá um montante anual de 500 mil pesos (cerca de R$ 100 mil).   O prêmio será concedido à "melhor novela publicada em espanhol" no período, explicaram representantes da Secretaria de Cultura do governo da capital mexicana.   O prêmio leva o nome da escritora mexicana Elena Poniatowska "em reconhecimento a sua trajetória literária" da autora, cujo nome completo é Hélene Elizabeth Amélie Paula Dolores Poniatoswska Amor.   Ela é filha do príncipe Jean Joseph Evremond Sperry Poniatowski (descendente direto do rei Estanislau II Poniatowski, da Polônia) e de Maria de dos Dolores (Paula) Amor Escandón, cidadã mexicana de ascendência francesa.   Elena Poniatowska, escritora, ativista política e jornalista recebeu vários prêmios por suas obras, como o Xavier Villaurrutia (1970); Nacional de Jornalismo (1978); Alfaguara de Novela (2001) e Internacional de Novela Rômulo Gallegos (2007).   A escritora destacou que o prêmio "enaltece o governo da Cidade do México porque é muito importante encorajar, sobretudo, os jovens escritores, homens e mulheres".   "Encorajá-los a acreditarem em si mesmos, a seguir adiante, a se manifestarem; encorajá-los a se darem ao respeito", acrescentou Elena.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.