Cidadão Brasileiro pode exibir beijo gay

O tão polêmico beijo gay vetado pela Globo em América pode sair em uma novela da Record. A emissora do bispo Edir Macedo até agora não se posicionou contra - nem a favor - de um possível enlace homossexual em Cidadão Brasileiro, trama de Lauro César Muniz na rede.No folhetim, os personagens Nilo (Tiago Chagas) e Aguinaldo (Gustavo Haddad) vivem um romance com jeitão de Brokeback Mountain (filme do taiwanês Ang Lee que concorreu ao Oscar 2006), cercado de preconceito, em uma sociedade dos anos 50, época em que se passa a novela."Só farei cena do beijo se os personagens chegarem a um nível de envolvimento que o beijo possa marcar um momento forte de libertação", fala o autor da novela, Lauro César Muniz. "Para ser exibido com intenção de sensacionalismo não vai acontecer", completa. "Não recebi nenhuma recomendação da Record com relação ao tema homossexualismo, nem com relação a qualquer tipo de abordagem", garante.Segundo o autor, curiosamente esse romance não estava previsto na sinopse original da novela e surgiu de uma dificuldade do ator Thiago Chagas em fazer o personagem de forma mais viril.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.