Cibele Forjaz lê autores africanos

TEATRO

, O Estado de S.Paulo

14 de junho de 2010 | 00h00

A Cia. Livre, da diretora Cibele Forjaz, dá início a um novo projeto de pesquisa dramatúrgica: Mitos de Morte e Renascimento. Em ensaio aberto gratuito que acontece hoje, às 20 horas, na sede da companhia (Rua Pirineus, 107, Barra Funda, tel. 3257-6652) o grupo investiga a morte no contexto das sociedades africanas e afro-brasileiras. O tema, que já havia sido explorado no universo indígena, deu origem a importantes trabalhos da cia., como VemVai - O Caminho dos Mortos. Na apresentação de hoje, o grupo apresenta ao público a síntese da leitura dramática de peças teatrais

de autores africanos contemporâneos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.