Cia. Viramundo leva arte e educação às ruas

Benedito é um garoto em pleno vigorfísico, que decide finalmente perder a virgindade. Assim, eleprocura por Lionor, uma garota bem informada, que logo avisa:não aceita ter qualquer relação sem o uso de um preservativo.Para a surpresa dela, Benedito não conhece nenhuma forma deprevenção contra as doenças sexualmente transmissíveis. Dispostoa conseguir todas informações, ele vai atrás da Sinhá Costureirae, no caminho, é tentado pelo Diabo ao mesmo tempo em que seuAnjo da Guarda vem em seu socorro, clareando-lhe a razão.A aventura de Benedito é o tema do Auto da Camisinha, novoespetáculo da Companhia Viramundo da Cooperativa Paulista deTeatro, que estréia domingo, em dois horários, às 11 e às 16horas.O local é a novidade neste ano do grupo, que vem construindo umrepertório com peças que unem diversão e educação: nas ruas deParelheiros, bairro da zona sul de São Paulo.O palco foi substituído por um ônibus, que vai ficar estacionadono lugar do espetáculo (às 11 horas, será no Largo da Barragem,e, à tarde, no campo de futebol do Bairro Engenheiro Marsilac).E, enquanto a equipe técnica prepara o espaço ao seu redor, dedentro do veículo sai um som espetacular, anunciando um desfilede samba. São os atores que se preparam para contar a descobertade Benedito.Escrito por José Mapurunga, o auto segue as tradições popularesnordestinas ao abordar temas que tenham relação com o cotidiano.O grupo decidiu, portanto, adaptá-lo para a rotina urbana de umagrande cidade, trocando o cordel pelo samba. "Como o públiconão se sentirá obrigado a ficar caso não goste da apresentação,nossa montagem tem uma proposta irreverente e interativa parapropor a reflexão", comenta o ator Alessandro Hernandez, queinterpreta o papel principal.Para garantir a atenção do público durante todo o espetáculo, odiretor Valdir Ramos fez uma preparação especial ao longo dosensaios. "Quando o ator está interpretando em um teatro, tem osespectadores como seus reféns; mas, quando está na rua, ele éque é o refém do público", comenta. "Nosso objetivo é cativaras pessoas que estão ao nosso redor."Para isso, Ramos lembrou constantemente, durante os ensaios, quea dispersão é uma característica da vida das pessoas que moramem grandes centros urbanos. "Como têm muitas preocupações, aspessoas facilmente se desligam daquilo que não lhe interessam."Assim, evitando também criar um espetáculo puramentecarnavalesco, Ramos propôs ao grupo a criação de um rito, queacompanha a transformação de Benedito.Também o ônibus não é meramente uma parte do cenário - sefunciona também como camarim, o veículo permite, com suapresença, unir as diversas cenas, especialmente nos momentosmusicais.O espetáculo tem o apoio do Ministério da Saúde e figura noprojeto Auto da Camisinha - Multiplicando para a Vida, quevai realizar um total de dez apresentações de rua na região deParelheiros (as outras oito vão acontecer durante os domingos domês de julho), bem como duas oficinas para capacitação depessoas que vão divulgar, nas comunidades, todos osprocedimentos necessários para se evitar o contágio de doençassexualmente transmissíveis, como a aids.No ano passado, o grupo Viramundo realizou outro projeto, tambémpatrocinado pelo Ministério da Saúde, que levou cerca de 7.500pessoas para assistirem a peça Crácula, um Vampiro em Tempo deAids, no Teatro Paulo Eiró, em Santo Amaro, fornecendo 12ônibus por espetáculo. A Cia. Viramundo recebe ainda o apoio doPrograma Municipal DST/AIDS da Prefeitura de São Paulo.No elenco, além de Hernandez, estão os atores Andréa Manna,Lincoln Edgard, Liz Nunes, Manuel Boucinhas, Márcio Martins,Renata Bernardis e Teresa Convá, além do mestre de bateria AndréPerez. O espetáculo conta com o apoio dos PreservativosPrudence.Auto da Camisinha. De José Mapurunga. Direção Valdir Ramos.Duração: 1 hora. Domingo, às 11 horas. Local: EstradaEvangelista de Souza, 225. Largo da Barragem. Parelheiros; às 16horas, Campo de Futebol do Bairro Eng. Marsilac. Rua FilomenaBelmont, 75.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.