Cia Marítima reúne Bündchen e Mallman

Com duas horas e meia de atraso, a Cia Marítima iniciou seu desfile e mostrou uma versão de donzelas do ano 2000 interpretadas sob o prisma dos anos 60. Ao fundo da passarela um cenário que lembrava uma casa de dois andares construída com moldes de acrílico coloridos.No olímpo, como não poderia deixar de ser, estava Gisele Bündchen e nas laterais as tops de sucesso Ana Claudia Michels e Mariana Weickert. Shirley Mallman também foi destaque e veio especialmente para a grife. O tema era psicodélico com estampas gráficas e um ar de anos rebeldes.A primeira série de entradas mostrou estampas em cores como verde e azul de vários tons. A modelagem também era retrô, com biquinis de cintura baixa e maiôs recortados nas laterais e presos com uma argola no centro.Gisele, nesta série, aparece com um biquini verde e uma calça mole de cintura baixa estampada. E esta tendência segue nos outros looks: misturar partes lisas com estampadas e cores diferentes na mesma produção.Os lacinhos e desenhos de margaridas, são típicos da época dourada. Nos seios, também há faixas e laçarotes na parte frontal. Os shorts de cintura baixa, as saias curtas com fendas complementam o composé. Há também biquinis com passantes, por onde entram cintinhos dourados. As borboletas são inspiração para a grife, que aposta nas estampas ou apliques de strass coloridos.O desfile foi editado por cores, começando com verde e azul, depois turquesa e rosa, terminando com os marrons e laranjas. As regatas vêm como complemento ideal para usar com os biquinis de cintura baixa. Nos acessórios destaque para os óculos enormes com lentes coloridas.Talvez a melhor parte do desfile tenha estado nas peças em tons terra com bordado e brilho. Mas o que brilhou mesmo foi a beleza indiscutível da maior top do momento. Gisele finalizou a coleção vestindo um sunkini marrom e um top bordado com um desenho de borboleta laranja.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.